RCB/TuneIn
segunda, 06 fev 2023
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POL�TICA
FUNDÃO É EXEMPLO PARA O PAÍS
Rádio Cova da Beira
A secretária de estado da igualdade e migrações apontou o Fundão como um exemplo a replicar no país, de acolhimento de migrantes. Foi durante a visita realizada, esta tarde, ao Centro de Migrações que funciona no edifício do ex-Seminário do Fundão.
Por Paula Brito Batista em 02 d Dec d 2022

A visita inseriu-se num conjunto de visitas de trabalho que a governante está a realizar em todo o território. No final, à comunicação social, Isabel Almeida Rodrigues, falou do exemplo do Fundão e dos aspetos que o tornam um caso de sucesso a replicar noutras zonas do país.

 

“Desde logo, a própria autarquia, que tem uma visão das migrações como uma oportunidade para o território, mas, antes disso ainda, olha as pessoas migrantes em todas as suas dimensões e, de forma muito particular, procura definir políticas municipais que ajudem à realização dos direitos humanos destas pessoas, por um lado e, por outro, aproveitar tudo o que elas trazem, que é a força de trabalho e a sua cultura, para o desenvolvimento do concelho.”

 

O Centro de Migrações do Fundão já acolheu, até hoje, 220 requerentes de asilo, dos quais 119 residem já em casas autónomas, 71 estão ainda no centro e 30 abandonaram o programa. A perspetiva é vir a acolher, nos próximos 10 anos, 8 mil migrantes.

 

Para isso o município tem realizado obras de requalificação e adaptação no edifício do Seminário e aguarda, para breve, a aprovação de uma candidatura ao FAMI, no valor de 1,7 milhões de euros, que vai permitir recuperar a ala norte do seminário, como explicou o presidente da câmara do Fundão, Paulo Fernandes.

 

“Tem dois aspetos, o aspeto da intervenção física, que é a recuperação de uma das alas do seminário, e aí estão cerca de 800 mil euros, em termos de obra física, tem uma componente de equipamentos associados, mais cerca de 250 mil euros, e depois tem uma parte muito importante que é de reforço e manutenção das equipas multidisciplinares, ou seja, tem uma parte de apoio ao funcionamento do próprio Centro das Migrações.”

 

Um projeto inserido na estratégia do município de tornar o Fundão uma terra de acolhimento.

 


  Redes Sociais   Facebook

2007—2023 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados