RCB/TuneIn
terça, 07 fev 2023
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POL�TICA
SUSPENSÃO NÃO FOI FUNDAMENTADA
Rádio Cova da Beira
Os vereadores do movimento “Abraçar Penamacor” votaram contra o pedido de suspensão de José António Ramos como vereador na câmara municipal de Penamacor. A questão foi analisada em reunião extraordinária do executivo que decorreu esta terça-feira.
Por Nuno Miguel em 16 d Nov d 2022
Em comunicado, Anselmo Cunha e Filipe Baptista sublinham que o pedido de suspensão de mandato que foi apresentado pelo vereador “não se encontra devida e legalmente instruído por não apresentar comprovativo do motivo que alega” na comunicação dirigida ao presidente da câmara de Penamacor onde refere que “a situação está a influir de forma negativa na sua saúde, o que indicia pretender invocar o motivo previsto de doença comprovada” tal como consta da legislação. 
De acordo com os vereadores, depois da condenação pelo tribunal criminal de Lisboa de José António Ramos “a uma pena de quatro anos de prisão com pena suspensa e em que foi condenado por ser o autor material de um crime continuado de corrupção passiva e de um crime de abuso de poder”, consideram que não resta outra alternativa ao eleito senão “apresentar de imediato o pedido de renúncia ao cargo de vereador na câmara de Penamacor”. 
A bancada do movimento “Abraçar Penamacor” sublinha que embora os factos que levaram à condenação de José António Ramos se tenham ficado a dever à sua actividade profissional e não como autarca “o exercício das funções de vereador, assim como qualquer cargo político, exige que seja desempenhado com idoneidade, seriedade, honestidade, em todos os aspetos da vida pessoal e profissional”. Requisitos que “José António Ramos não possui, pelo que não pode ser-lhe concedido que volte a exercer qualquer cargo político”.

  Redes Sociais   Facebook

2007—2023 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados