RCB/TuneIn
Domingo, 01 Ago 2021
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
CULTURA
A ARTE SAI À RUA NA COVILHÃ
Rádio Cova da Beira
Festival “Portas do Sol” abre portas no primeiro dia de julho, para iluminar e dar vida ao centro histórico da Covilhã. A iniciativa, organizada pela ASTA, vai levar música, poesia, dança e circo às ruas da zona antiga da cidade.
Por Paula Brito em 11 de Jun de 2021

Outras da categoria:

Apesar da estreia em ambiente de pandemia, o sucesso da primeira edição levou a Associação de Teatro e Outras Artes a organizar a segunda. É já nos dias 1, 2 e 3 de julho que o festival vai povoar de arte o centro histórico, cumprindo um dos objetivos da organização, “lançar as sementes para o futuro das artes de rua na cidade, e com elas promover a discussão em torno da defesa do espaço público e recuperação do património urbano degradado, colocando-o ao serviço da população.”

 

A ASTA procurou organizar um programa variado trazendo ao festival diferentes manifestações artísticas. Assim, no primeiro dia, a música de Nuno Santos Dias abre o festival, às 19h, no Miradouro das Portas do Sol. O circo contemporâneo vai tomar conta da praça do município com a companhia Malabaracirco, de Espanha, e o espetáculo “ON”.

 

A prata da casa, Teatro ubi e ASTA, apresentam às 21h 30m no mercado municipal, “Cântico Negro” e, a encerrar o primeiro dia, o festival regressa ao miradouro que lhe dá o nome, com a música de Caetano Veloso pelas vozes de Vera Mantero e Gabriel Godoi.

 

Na sexta-feira, 2 de julho, a música regressa ao miradouro com DeeKay, da Guarda, às 19h. Duas horas depois, no mesmo local, Crash Duo Circus de Oliveira do Bairro, apresentam um espetáculo de circo contemporâneo.

 

A igreja de Santa Maria foi o local escolhido para a dança aérea com Dek Reves, de Espanha. É também do país vizinho que chega o concerto que encerra o segundo dia do festival, às 23h, no miradouro Portas do Sol, José Torres Trio.

 

No sábado, há música e poesia no Miradouro às 19h, nas vozes de Leonor Afonso e Cristiano Ramos, de Bragança. No último dia, há dois espetáculos de circo, às 21h, um “Dolce Salto” pela companhia “Carpa Diem” de Itália, na Praça do Município e às 22h, atrás da câmara, “Oyon” é o espetáculo trazido pela companhia El Fedito, de Espanha.

 

Vêm de Lisboa, chamam-se Criatura e encerram o festival Portas do Sol, às 23h, com um concerto no Largo da rua António Augusto Aguiar.  


  Redes Sociais   Facebook

2007—2021 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados