RCB/TuneIn
Domingo, 13 Jun 2021
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
QUANDO O SONHO COMANDA A VIDA
Rádio Cova da Beira
A APPACDM do Fundão concretizou hoje um sonho de décadas. Abrir um lar para fazer felizes os jovens da instituição que ficam mais desprotegidos depois de atingirem a maioridade, ou porque aqueles que deles tratam partiram ou porque ficaram em situação de, também eles, precisarem de ajuda.
Por Paula Brito em 09 de Jun de 2021

Outras da categoria:

Foi a pensar neste drama, que se coloca a muitas famílias, que a APPACDM do Fundão lutou durante tantos anos pela criação de um lar. Um sonho tornado agora realidade graças ao empenho de muitos, à solidariedade de outros e ao apoio do município do Fundão.

 

“Esta casa é fruto do amor desinteressado de muita gente que, anonimamente, lhe tem dado o melhor do seu entusiasmo. Muitas vezes com descrição e escondimento, porque a verdadeira caridade e solidariedade jamais se ufana. É tempo de deitar mãos ao arado e preparar novas colheitas, no terreno vasto e crente da humanidade que nesta gloriosa terra do Fundão, queremos servir como a nossa gente merece. Os homens passam, a instituição fica.”

 

António Rocha, presidente da direção da APPACDM do Fundão, agradeceu a todos os que tornaram possível a abertura desta casa, com capacidade para 12 pessoas.

 

Uma causa a que se junta agora a Segurança Social. O diretor regional, Nuno Maia, deixou a garantia de que, até final do ano, vai ser possível alargar dos atuais quatro para os 12 acordos de cooperação com a instituição.

 

“À partida, através do PARES, o problema do financiamento destes novos lugares também ficará salvaguardado, por isso, presumimos que, até final do ano, esta situação fique desbloqueada.”

 

No dia em que o concelho assinala a sua autonomia, a inauguração desta casa é simbólica, pela autonomia que confere aos seus utentes e de “redobrada satisfação” uma vez que a espera foi longa, disse o presidente do município do Fundão, Paulo Fernandes.

 

“A APPACDM é um dos pilares mais importantes para aquilo que é uma comunidade mais inclusiva, mais coesa, mais justa, mais moderna, e, como tal, este momento é também essa celebração. Mais ainda quando este sonho já tem muitos anos, quase de uma geração, por isso é um dia, desse ponto de vista, depois de uma longa espera, de uma redobrada satisfação.”

 

 

A APPACDM do Fundão é um dos pilares de um Fundão mais inclusivo, disse Paulo Fernandes, na cerimónia de inauguração do lar da APPACDM-Associação Portuguesa de Pais e Amigos do Cidadão com Deficiência Mental. Uma obra que custou cerca de 340 mil euros, erguida ao lado do Centro de Atividades Ocupacionais frequentado por 40 jovens.   


  Redes Sociais   Facebook

2007—2021 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados