RCB/TuneIn
Domingo, 13 Jun 2021
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
CULTURA
MUSEU DO CANTEIRO RECEBE PEDRO INÁCIO
Rádio Cova da Beira
O Dia Internacional dos Museus, 18 de maio, é comemorado pelo Museu do Canteiro com a abertura da exposição de fotografia da autoria de Pedro Inácio intitulada de "As águas correm do passado para o presente".
Por Paulo Pinheiro em 12 de May de 2021

Museólogo e investigador na área do património cultural da água, Pedro Inácio expões os seus trabalhos fotográficos no Museu do Canteiro, a partir de terça-feira, 18 de Maio, pelas 15:00h.

 

Sobre a exposição “"As águas correm do passado para o presente".

As águas correm do passado para o presente foi o título escolhido, entre muitas outras propostas temáticas, para materializar a presente exposição.

Durante muitos séculos a água, através da sua essência e frescura, jorrou pelos chafarizes e pelas fontes de Portugal saciando a sede dos humanos e de outros seres vivos.

Parte considerável dessa água, permitiu prosperar pequenas e médias indústrias, contribuindo progressivamente para o desenvolvimento económico do nosso país.

Atualmente impõe-se salvaguardar e valorizar estes monumentos, recordando a importância histórica deste valioso património cultural.

Recordemos, então, os escultores e mestres canteiros que, sabiamente, trabalharam a arte da pedra transformando-a em fontes, inspiradoras de sons e sonhos.

Recordemos, o propósito de ir à fonte que, delicadamente, serviu de pretexto para muitas mulheres contarem as suas mágoas enchendo os seus cântaros de água e de segredos íntimos.

Recordemos as lendas e narrativas dos poetas e escritores da água, descrevendo as fontes da formosa Leonor e das belas mouras encantadas.

Recordemos os sopros de água brotados pelas carrancas, cujos fôlegos permanecem na nossa memória e, por certo, na dos nossos antepassados.

Recordemos, pois, os chafarizes e as fontes que integram esta mostra de fotografias, simbolicamente, selecionadas para homenagear as águas sem tempo e de todos os tempos. Sim, em virtude de todos os tempos, merecem continuar a exaltar o (en)canto e a magia da água.


  Redes Sociais   Facebook

2007—2021 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados