RCB/TuneIn
Domingo, 13 Jun 2021
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POL�TICA
FUNDÃO: PS AGUARDA PELO FIM DAS TRAPALHADAS
Rádio Cova da Beira
O Partido Socialista do Fundão afirma, em comunicado, que aguarda que “o PSD e a câmara municipal do Fundão se resolvam entre si e que terminem a novela das trapalhadas que nos têm exibido nos últimos dias”. Tudo ainda a propósito das comemorações dos 47 anos do 25 de Abril.
Por Nuno Miguel em 06 de May de 2021
Para a concelhia do PS do Fundão, o comunicado tornado público pelo PSD “é um misto de desorientação e imprecisões”, sublinhando que “a única coisa que escreveram e que o Partido Socialista subscreve é a citação de Francisco Sá Carneiro “a política sem risco é uma chatice, mas sem ética uma vergonha”. 
Para a comissão política fundanense “O PSD do Fundão é melhor exemplo da política da vergonha, feita sem ética e com o único propósito de manter o poder pelo poder” apontando como exemplo o facto de ter tonado públicos “excertos de declarações de intervenções, incluindo do presidente da câmara, numa reunião privada, foram utilizadas por um partido político, que curiosamente é o mesmo da maioria”, interrogando se Paulo Fernandes “autoriza a utilização destas declarações”.
Ao longo do mandato o PS refere que existiu uma “prática reiterada” de entrega de documentos aos vereadores com menos de 24 horas de antecedência à realização das reuniões “o que é um flagrante atropelo à lei e que impede os vereadores do Partido Socialista de exercerem o seu direito democrático”, sublinhando ainda que “não há reuniões de câmara presenciais há quase um ano, devido à pandemia, mas o município continua a ter folgada atividade política no salão nobre”.
Já o comunicado emitido pela câmara do Fundão procura “defender o indefensável, sendo Paulo Fernandes incapaz de justificar a colossal ausência de comunicação entre os órgãos da câmara e a mesa da Assembleia Municipal”, o que apenas permite concluir que “a maioria já não consegue distinguir reuniões de partido com reuniões camarárias”.
O Partido Socialista afirma que está tranquilo pois “não precisa de malabarismos para se impor no plano das ideias e das propostas, como tem sido notório ao longo deste último mandato, apenas deseja fazer mais pelo Fundão”.

  Redes Sociais   Facebook

2007—2021 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados