RCB/TuneIn
Quinta, 06 Mai 2021
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
FERROVIA: USCB SAÚDA REABERTURA DO TROÇO COVILHÃ-GUARDA
Rádio Cova da Beira
A direcção da União de Sindicatos de Castelo Branco (USCB) saúda a reabertura da linha da Beira Baixa, da Covilhã à Guarda e vice-versa, e recorda que ela corresponde a uma exigência de mais de uma década.
Por Paulo Pinheiro em 03 de May de 2021

Outras da categoria:

Encerrado desde 2009, a USCB lamenta o tempo que se perdeu com indefinições e atrasos nas obras de requalificação da linha da Beira Baixa (troço Covilhã-Guarda) e “que originaram prejuízos económicos, sociais e ambientais”.

 

Em comunicado, a estrutura sindical recorda que desde o seu primeiro congresso realizado em 1991 e depois nos sucessivos congressos e na proposta de Operação Integrada de Desenvolvimento (OID) para o distrito de Castelo Branco, nas propostas de  Plano de Emergência e de Plano de Desenvolvimento e Progresso e mais recentemente nas propostas entregues aos Grupos Parlamentares e ao Governo, “sempre colocou a requalificação, modernização e rentabilização da linha da Beira Baixa até à Guarda como uma questão estratégica para o desenvolvimento integrado do Interior do País” e para a facilitação da ligação do Distrito de Castelo Branco ao Litoral Norte e à Europa, via Vilar Formoso e Espanha.

 

Para a União de Sindicatos de Castelo Branco,  importa agora avançar com a implementação de ligações ferroviárias regulares e a preços acessíveis entre Guarda-Belmonte-Covilhã-Fundão-Castelo Branco, com horários adequados às necessidades de mobilidade profissional e de outras, “o que pressupõe a criação de uma rede de transportes de passageiros, combinando o transporte rodoviário com a linha ferroviária da Beira Baixa, para assegurar uma efectiva mobilidade Intra distrito e na Beira Interior”, frisa.

 

“Como é evidente o avanço e o necessário incremento da utilização do transporte ferroviário não pode servir de pretexto para travar a inevitável reposição das SCUTs na A23 e na A25 ainda na presente legislatura, sendo que o primeiro passo é concretizar o desconto de 50% no preço das portagens nestas vias a partir de 1 de Julho de 2021, inclusive”, conclui a USCB.


  Redes Sociais   Facebook

2007—2021 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados