RCB/TuneIn
Quinta, 06 Mai 2021
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
DESPORTO
FUTSAL: AD FUNDÃO PERDE 6-3 COM SL BENFICA
Rádio Cova da Beira
No dia em que a Casa do SL Benfica no Fundão, festejou 22 anos, a equipa de futsal do clube lisboeta veio à cidade beirã vencer por 6- 3, em jogo da jornada 29 da Liga Placard. Ao intervalo a AD Fundão vencia por 2-0. Golos de Nem(12') e Peléh(20'). No segundo tempo, Silvestre(21'e 26'), Chishkala(27', 36' e 37'), Guilherme Meira(28'), e Tiago Brito(33'), marcaram os restantes.
Por Miguel Malaca em 17 de Apr de 2021

No aproveitar esteve o ganho.

Foi nos últimos sete minutos do encontro, que a equipa das "águias" orientada pelo covilhanense Joel Rocha  alcançou uma preciosa vitória por 6-3, no Fundão frente a uma equipa que já perdia para o campeonato nacional da 1ª divisão em futsal, há três meses.

Até aos 33' de jogo, houve equilíbrio, determinação, raça. garra, emoção, qualidade, e muita incerteza no score final, numa altura em que  as equipas estavam empatadas a três golos.

Os beirões com a ânsia de quer chegar ao golo da vantagem, e manter os 4 pontos de diferença sobre o 4º classificado (Leões de Porto Salvo), sofreu em transição, o 3-4 por intermédio de Tiago Brito, e sofreu dois golos, praticamente num minuto(36'), por Chishkala, que aproveitando a AD Fundão estar a jogar com guarda-redes avançado, errou nos passes, e o ala benfiquista, ao ganhar sempre as segundas bolas, conseguiu aumentar a vantagem, para 6-3 final.

Pelo meio, os fundanenses, ainda tiveram possibilidade de poder marcar por intermédio de Nem, mas, na altura, pela quarta vez, no jogo, a bola bateu no poste da baliza encarnada. Recorde-se que no primeiro tempo,  Mário Freitas, e Nem, remataram ao poste, enquanto na segunda parte, Meira também rematou ao poste. Foram lances determinantes, que ditaram a diferença, eficácia e felicidade, que deram o resultado final, na qual, não justifica, no nosso entender, tamanha diferença no score final.

Não está em causa a vitória dos lisboetas(2º classificado no campeonato), mas a equipa orientada pela dupla João Nuno Ribeiro/Nuno Couto, realizou uma boa exibição, criou muitos problemas ao Benfica, principalmente na 1ª parte, onde dominou, foi melhor, que o seu adversário e marcou dois golos, por intermédio de Nem(12' e Peléh(20'). Pelo meio, Mário Freitas, Jair Varela e Meira, tiveram mais situações de poder alargar a vantagem. Os encarnados,  na 1ª parte, tiveram poucas oportunidades de golo, e até mesmo possibilidades de marcar.

Ao intervalo, a ADF vencia bem e com justiça, pois nem sequer, as ausências, devido às expulsões de Filipe Leite e Robinho(cartões vermelhos directos) aos 12'. motivados por empurrões mútuos, não se fizeram sentir.

No início do segundo tempo, o jovem internacional Silvestre fez o primeiro para o Benfica, e galvanizou a sua equipa para uns bons 10', com o pivot a voltar a marcar aos 26', fazendo o empate. A equipa ainda conseguiu dar "a volta" ao resultado, com Chishkala(fez um hat-trick), a marcar o 2-3 aos  27'.  A partir daqui, o jogo volta a ficar equilibrado, com o Fundão a chegar ao empate com um grande golo de Guilherme Meira(remate forte a meia distância aos 28').

Nem aos 30' remate ao poste da baliza de André Correia, para depois, a equipa beirã ter baixado de produção de jogo, errando muitos passes, tentou chegar à vitória, mas, passou a haver mais coração que cabeça, e o SL Benfica, mais experiente, e com a qualidade que os seus jogadores têm, souberam aproveitar os erros do adversário e marcar os golos necessários para garantirem mais três pontos na prova.

Assistimos a um bom jogo de futsal, teve um vencedor justo, principalmente pelo que fez durante 17' na segunda parte, mas que sofreu muito, frente a um Fundão determinado, destemido, e de qualidade também, que vendeu cara a derrota durante os 40'.

Em quatro meses de 2021, a AD Fundão sofreu a terceira derrota da época (duas para a Liga Placard - Sporting e Benfica) e uma para a Taça da Liga (Sporting). 

No global, a arbitragem da dupla do Porto (Ruben Santos/José Moreira), foi positiva.

Benefício da dúvida nas expulsões.

A AD Fundão, volta a perder para o campeonato nacional, três meses depois. 

No próximo sábado, dia 24 de abril, a AD Fundão desloca-se até ao Algarve, para defrontar o Portimonense, naquele que será a última jornada(30) da I Fase do campeonato.

O jogo está marcado para as 17h, com relato na RCB. 

Os fundanenses precisam de vencer para segurar o terceiro o lugar na tabela classificativa, ou fazer o mesmo resultado que os Leões de Porto Salvo, que estão em quarto lugar com menos 1 ponto que os beirões, uma vez que venceram hoje em casa o Belenenses por 2-1.

No entanto, a ADF até pode perder em Portimão, caso a equipa de Porto Salvo empate, uma vez que, em caso de igualdade pontuar, os fundanenses têm vantagem(empate e vitória). 

 

 

 


  Redes Sociais   Facebook

2007—2021 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados