RCB/TuneIn
Sexta, 14 Mai 2021
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POL�TICA
FUNDÃO: VEREADORES DO PS SAÚDAM ADESÃO
Rádio Cova da Beira
Joana Bento e Sérgio Mendes, vereadores do Partido Socialista na câmara do Fundão saudaram, na última reunião do executivo, a adesão do município à estratégia local de habitação que vai permitir a realização de intervenções de requalificação do parque habitacional do concelho.
Por Nuno Miguel em 27 de Feb de 2021

Outras da categoria:

Em comunicado, Joana Bento sublinha que “a nova geração de política de habitação tem a marca humanista do PS, estabelecendo um efectivo direito à habitação, reforçando a oferta pública, como garantia para que todos os cidadãos, especialmente os que têm maiores dificuldades financeiras, no acesso uma habitação condigna”. A autarca refere que “o voto contra do PSD Nacional foi reciclado e bem pelo governo local do PSD, para que seja possível melhorar as condições de vida das populações do concelho do Fundão”.
A autarca acrescenta que “este instrumento de política nacional é coerente e está articulado com outros que respondem às necessidades de grupos mais vulneráveis, como os migrantes, sem abrigo, ou as vítimas de violência doméstica, em processo de autonomização”. Por isso a vereadora do PS propôs que a estratégia agora adoptada “apostasse fortemente, a médio prazo, na melhoria do desempenho energético e ambiental dos edifícios atendendo a que a pobreza energética está associada às situações em que as famílias não conseguem garantir as suas necessidades básicas de energia devido ao baixo poder de compra das famílias e/ou à má qualidade da construção do edificado”.
Também Sérgio Mendes salientou que “a aposta na requalificação e reabilitação urbana é uma boa notícia para o Fundão numa vez que permitirá uma requalificação, em 75 % dos fogos de cariz social que não se encontram bom estado e também em dezenas de habitações particulares que albergam famílias em situação de carência económica sem apresentar condições mínimas para o efeito”. O vereador socialista referiu ainda que “o documento da ELH é extremamente oportuno e vem resolver o problema qua a Câmara criou com os mais de 2,5 milhões investidos na bolsa de imóveis nos últimos anos que retiraram do mercado comum de arrendamento cerca de centena e meia de imóveis, contribuindo para inflacionar o valor das rendas e tornando-as inacessíveis à classe média-baixa local”. Sérgio Mendes acrescenta que “de acordo com o que foi sempre defendido pelos vereadores do PS, o financiamento do valor das rendas deveria ter incidido, preferencialmente, na reabilitação de imóveis desocupados para posterior integração no mercado ou na bolsa de arrendamento”, mas manifestou a sua surpresa “pelo facto de o documento orientador apresentado aludir a um investimento na ordem dos 50 milhões muito dependente de programas específicos e sem fazer qualquer referência clara e objectiva ao esforço a realizar exclusivamente pela autarquia”. 

  Redes Sociais   Facebook

2007—2021 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados