RCB/TuneIn
Sexta, 07 Mai 2021
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
NOVO DISPOSITIVO APRESENTADO
Rádio Cova da Beira
Uma parceria empresarial, hospitalar e universitária permitiu criar uma barreira protetora de aerossóis que impede a contaminação de profissionais de saúde quando tratam doentes com COVID-19 e outras doenças infeciosas do foro respiratório. O protótipo do projecto foi apresentado este sábado no centro hospitalar universitário da Cova da Beira.
Por Nuno Miguel em 28 de Nov de 2020

Outras da categoria:

Complementar à utilização dos equipamentos de protecção individual, o dispositivo designado COVinBOX-BPA (barreira protectora de aerossóis) foi desenvolvido pelos médicos anestesiologistas Reinaldo Almeida e Rita Borges do centro hospitalar universitário da Cova da Beira e pelo docente André Silva, coordenador científico da unidade AEROG, sediada na universidade da Beira Interior. O dispositivo vai ser produzido e comercializado pela “Joalpe International”.
Em processo de registo de patente e com marca registada, a COVinBOX-BPA começou por ser uma estrutura pensada para defender médicos, enfermeiros e assistentes operacionais do bloco operatório do CHUCB face ao aparecimento dos primeiros casos de contaminação pelo Covid-19. O equipamento encontra-se em fase de certificação pelo Infarmed, aguardando igualmente a obtenção da certificação CE.
À medida que os protótipos foram evoluindo e tendo em conta a proteção de profissionais de saúde de outras áreas, chegou-se ao protótipo final, com aplicação em blocos operatórios, unidades de cuidados intensivos, enfermarias, serviços de urgência, consultórios médicos de qualquer especialidade, lares de idosos, unidades de cuidados continuados e transporte de doentes em ambulância.
De acordo com Reinaldo Almeida “a evolução do equipamento até o que temos hoje foi sucessivamente submetido a experiências realizadas em contexto laboratorial e clínico que validam a sua eficácia e segurança”. O equipamento retém no interior as secreções, gotículas e aerossóis emitidos pelos doentes. De acordo com os investigadores, os aerossóis são aspirados continuamente pela ligação à rede de vácuo hospitalar, ou a um aspirador de secreções, e ficam retidos num filtro com eficácia para vírus e bactérias superior a 99,9999%.
A COVinBOX-BPA é uma estrutura construída em PETg, com janelas laterais e posteriores e cortinas em PVC maleável que permitem boa visualização para o interior da “box” e a entrada de seis mãos em simultâneo sem limitação de movimentos dos utilizadores na abordagem ao doente.

  Redes Sociais   Facebook

2007—2021 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados