RCB/TuneIn
Sábado, 12 Jun 2021
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POL�TICA
QUESTÕES AMBIENTAIS À MESA DA CMC
Rádio Cova da Beira
Adolfo Mesquita Nunes levou à última reunião pública questões relacionadas com o ambiente e que lhe têm sido reportadas por munícipes, nomeadamente, o alegado transporte de entulho das obras públicas que estão a ser realizadas na cidade, para uma obra particular na encosta do rio Zêzere.
Por Paula Brito em 30 de Sep de 2020

“Tem a ver com o transporte de entulho das obras públicas que têm sido feitas na cidade, nomeadamente, no teatro e na antiga PSP, que os entulhos estarão a ser levados para uma encosta do rio Zêzere, para servir de alicerce a uma obra que lá está. Admito que não saiba responder agora, mas gostaria de saber se é verdade que isto está a acontecer e se este transporte de entulhos está a cumprir com a legislação que os obriga a serem destruídos e não reaproveitados em obras particulares.”

 

Na resposta, o presidente da câmara da Covilhã, Vítor Pereira, mostrou desconhecimento sobre a denuncia do entulho das obras públicas para uma obra particular quando a lei obriga à sua destruição.

“Desconheço em absoluto o que se passa com os resíduos, é uma empreitada, e portanto, é óbvio que a fiscalização do município funciona mais na ótica do funcionamento daquilo que é o projeto da obra do que no que diz respeito aos resíduos. Se isso acontecesse, não deveria estar a acontecer, iremos averiguar e retirar daí as devidas consequências.”

 

O autarca aproveitou para questionar a maioria sobre a limpeza, ou a falta dela, do rio Zêzere, “relativamente ao rio, na altura do verão chegaram-me queixas de falta de limpeza do rio, da ponte de Alvarze até à ponte Pedrinha e agora com o inverno, isto pode vir a ser um problema.”

 

Adolfo Mesquita Nunes deu ainda conta das queixas de insuficiente recolha de lizo e de resíduos que, “continua a ser visível, sobretudo nas freguesias mais rurais”.

Vítor Pereira diz que as limpezas “quer do rio, quer de outras que referiu, é nossa pretensão que elas sejam efetuadas, as possíveis e dentro das necessidades que ocorram.

  Redes Sociais   Facebook

2007—2021 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados