RCB/TuneIn
segunda, 06 fev 2023
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
SANTINHO PACHECO NA UBI
O governador civil da Guarda considera urgente que Portugal avance para um novo processo de regionaliza??o. A ideia deixada pelo governador civil da Guarda numa aula aberta aos alunos do curso de ci?ncia pol?tica e rela??es internacionais da Universidade da Beira Interior.
Por Nuno Miguel em 28 d May d 2010

Para Santinho Pacheco "o poder local democrático foi uma das grandes conquistas do 25 de Abril mas está nos dias de hoje a correr sérios riscos; por um lado o endividamento das autarquias e por outro lado a falta de entendimento para a concretização de projectos inter – municipais". Para o governador civil da Guarda "este tipo de lacunas só pode ser ultrapassado com um verdadeiro processo de regionalização". 

Para Santinho Pacheco, "um dos grandeproblemas das autarquias é a pessoalização do poder por parte dos autarcas que por vezes chegam a emanar directivas para os concelhos vizinhos sem uma verdadeira lógica de parceria e de entendimento".

Por entre as dificuldades sentidas pelas autarquias, o governador civil da Guarda destaca ainda a falta de articulação e de planeamento "veja-se por exemplo os casos dos planos directores municípais onde por vezes se faz uma estrada até ao limite do concelho e depois ela não tem correspondência no concelho vizinho". 
 

Nesta aula aberta, Santinho Pacheco considerou que o poder local está perante um dos maiores desafios da sua história, mas a sua afirmação só poderá  fazer-se com a extinção dos concelhos e freguesias menos populosas, reforçando as transferências de competências e de dotação financeira por parte do poder central, promovendo um verdadeiro processo de regionalização que transforme Portugal num país menos assimétrico.


  Redes Sociais   Facebook

2007—2023 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados