RCB/TuneIn
Sábado, 12 Jun 2021
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
MEIO MILHÃO PARA CRIAR NOVO PRODUTO DE CEREJA DO FUNDÃO
Rádio Cova da Beira
O projecto, designado “Cereja do Fundão confitada com mel e carqueja como promotora de saúde”, foi aprovado pelo Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional, e tem uma dotação de cerca de meio milhão de euros para desenvolver, nos próximos três anos, um novo produto.
Por Paula Brito em 14 de Dec de 2016

Outras da categoria:

 “Tendo por base a cereja, vamos utilizar outros produtos da região que é o mel e a carqueja, vamos desenvolver um produto processado porque a cereja é um produto perecível, com um período de validade muito curto e há o interesse da Cerfundão em desenvolver um produto com um período de validade mais longo que lhe permita chegar a mercados mais longínquos” explica Luís Silva, investigador do Centro de Investigação em Ciências da Saúde da Universidade da Beira Interior, e coordenador do projecto que reúne uma equipa de 15 elementos e tem como parceiros o Instituto Politécnico de Castelo Branco, o Centro de Biotecnologia de Plantas da Beira Interior e a empresa Cerfundão.

Outro dos objectivos do projecto é investigar os benefícios para a saúde humana de uma dieta rica em cereja “desde actividades antioxidantes, microbianas, anti-inflamatórias, anti-cancerígenas,  vamos fazer um conjunto de ensaios com ratinhos em laboratório e numa segunda fase também vamos utilizar humanos”.

A cereja do Fundão é o produto base a que foi acrescentado o mel e a carqueja, por serem dois produtos da região ricos em compostos bioactivos “sempre em comparação com a cereja fresca, o que nós queremos é tentar obter um produto que quanto mais efeitos tiver em termos de saúde melhor, daí nós utilizarmos dois produtos que são ricos em compostos bioactivos como é o caso do mel e da carqueja”.

O projecto arranca em Janeiro para tudo estar a postos para trabalhar com a cereja em fresco durante os meses da campanha. O projecto vai ainda permitir a contratação de dois bolseiros a tempo inteiro, um para cada uma das instituições de ensino superior envolvidas.


  Redes Sociais   Facebook

2007—2021 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados