RCB/TuneIn
Segunda, 14 Jun 2021
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
CULTURA
“NÃO FIZ PELA BEIRA TUDO O QUE PODIA”
Rádio Cova da Beira
A afirmação é do docente e escritor Arnaldo Saraiva que foi o convidado da última conferência do ciclo “Os Rostos do Conhecimento”, promovida durante todo este ano pela cidade da Covilhã para assinalar a presidência da rede de cidades e entidades do iluminismo.
Por Nuno Miguel em 12 de Dec de 2016

Natural da freguesia de Casegas, Arnaldo Saraiva refere que ainda tem vontade de fazer mais pela região que o viu nascer nas áreas que abraçou para desenvolver a sua actividade profissional “eu sinto-me muito impotente para curar males das nossas comunidades e do mundo mas essa constatação leva-me a procurar fazer mais e melhor dentro do meu domínio limitado que é o do campo do ensino, da crítica literária e da divulgação cultural. Vou continuar a fazer o que posso sempre com o objectivo de contribuir para um maior enriquecimento da nossa comunidade”. 

Nos dias de hoje a sociedade está cada vez mais mediatizada e as ofertas culturais e literárias sucedem-se. No entanto Arnaldo Saraiva alerta para a importância de valorizar sempre a questão da qualidade ”hoje há muita tendência para as pessoas serem tocadas por aquilo que é publicitado e muitas vezes essas escolhas não passam por um crivo crítico. As pessoas pensam que se satisfazem quando na realidade apenas dão resposta a um capricho momentâneo e as coisas não duram. As coisas boas são as que duram”.

O docente e escritor sublinha que apesar de estar há muitos anos a residir fora da região sempre manteve uma relação de grande proximidade com a Beira e apesar das diferenças a nível civilizacional considera que a região mantém intactas as suas principais características “a paisagem serrana é sólida e isso mantém-se inalterável e o beirão também não perdeu as características que sempre teve para enfrentar as dificuldades da natureza e afirmar a sua força granítica. Naturalmente que hoje há muitas mudanças urbanas, a civilização chegou às nossas terras e essa é a grande diferença que hoje podemos ver em toda a nossa Beira”.


  Redes Sociais   Facebook

2007—2021 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados