RCB/TuneIn
segunda, 06 fev 2023
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
CULTURA
COVILHÃ: MARCHAS POPULARES REGRESSAM EM JUNHO
Rádio Cova da Beira
Depois de um interregno de dez anos, as marchas populares “cidade da Covilh㔠estão de regresso no próximo mês de Junho. Com um orçamento a rondar os 20 mil euros, a iniciativa pretende retomar uma tradição que criou uma ligação muito forte ao movimento associativo.
Por Nuno Miguel em 24 d May d 2016

Nesta edição são seis as colectividades que vão marcar presença, embora o presidente da câmara da Covilhã não esconda que o objectivo passa por ter um maior envolvimento nos próximos anos. Vítor Pereira sublinha que “esta é uma tradição já enraizada nos hábitos dos covilhanenses, pode vir a ser um cartaz turístico importante para a nossa cidade, tanto mais que ela vai decorrer durante as comemorações dos santos populares e é também um bom pretexto para provar a dinamização cultural e recreativa nas mais variadas agremiações. Este ano são seis os participantes mas eu estou convicto de que esse número vai crescer nos próximos anos”.

Grupo Desportivo da Mata, Oriental de São Martinho, GER Campos Melo, Vitória de Santo António, Águias do Canhoso e Académico dos Penados Altos são as colectividades que vão estar envolvidas nesta iniciativa que vai ter dois momentos diferentes de exibição “no dia 11 de Junho vamos promover um desfile com partida do campo das festas, passagem pela avenida Frei Heitor Pinto e o final será na praça do município onde os grupos irão actuar; depois no dia 25 a vai decorrer uma nova actuação no complexo desportivo que é um espaço que tem todas as condições para isso, com condições de comodidade para os espectadores e eu acredito que a população da Covilhã vai marcar presença em grande número”.

A organização do evento está cargo do grupo desportivo da Mata e o seu presidente acredita que esta iniciativa pode também trazer uma nova dinâmica ao movimento associativo da Covilhã. Por isso Elias Riscado refere que este ano não vai ser seguido o habitual regulamento nem tão pouco serão atribuídos prémios monetários aos vencedores “este ano não vai haver classificações nem tão pouco serão aplicados os regulamentos que existem uma vez que o nosso grande objectivo é mesmo recuperar esta tradição; quando as marchas acabaram foi dito que esse foi um dos factores que contribuiu para a queda do associativismo e hoje já se nota movimento nas sedes e o envolvimento das pessoas e eu acredito que é apenas um embrião e que essa movimentação vai crescer”.


  Redes Sociais   Facebook

2007—2023 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados