RCB/TuneIn
Segunda, 14 Jun 2021
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
CONSUMIMOS O DOBRO DO SAL RECOMENDADO
Rádio Cova da Beira
O sal é o principal inimigo da hipertensão, doença responsável pela perde de 10 anos de vida que mata, em média, um em cada três portugueses. “Não podemos continuar a comer em média 10,7 gramas de sal por dia quando o recomendado pela Organização Mundial de Saúde (OMS) é 0,5” refere à RCB o cardiologista no Centro Hospitalar da Cova da Beira, e presidente eleito da Sociedade Portuguesa de Hipertensão, Manuel Carvalho Rodrigues.
Por Paula Brito em 26 de Feb de 2016
 

A prevalência da hipertensão em Portugal está acima dos 40%, uma realidade a que a Cova da Beira também não escapa. “No estudo que a sociedade promoveu em 2013, em que a prevalência da hipertensão ronda os 42,2% não houve grandes diferenças regionais, todos os distritos e regiões de Portugal estavam acima dos 40% e a Cova da Beira não sai fora desta realidade que é um inferno para nós, uma prevalência de 42% de hipertensão, ao nível da média nacional”.  

Segundo o também presidente do 10º congresso de hipertensão e risco cardiovascular global que decorre no Algarve até ao próximo domingo, o sal é o principal inimigo da hipertensão “eu diria que é o único inimigo, é evidente que podemos sempre acrescentar outros, mas em primeiro o sal, em segundo o sal, em terceiro o sal e em quarto eu diria que talvez o sal, nós não podemos continuar a comer em média 10,7 gramas de sal por dia quando o recomendado pela Organização Mundial de Saúde (OMS) é 0,5, ou seja o dobro, com todas as consequências nefastas”. Umas das principais consequências da hipertensão é a probabilidade de contrair um AVC, a primeira causa de morte em Portugal.

A hipertensão é uma doença silenciosa, que só pode ser diagnosticada “medindo a tensão arterial, não há outra forma. A hipertensão é mais do que silenciosa, nós temos em Portugal cerca de 3 milhões de hipertensos mas  acreditamos que 25% não sabe que é hipertenso”.

  Redes Sociais   Facebook

2007—2021 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados