RCB/TuneIn
Domingo, 13 Jun 2021
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POL�TICA
MARRANISMO A PATRIMÓNIO MUNDIAL
Rádio Cova da Beira
Belmonte tem todas as condições para liderar um consórcio que candidate o marranismo a património imaterial da Unesco. O desafio foi lançado por Luís Elvas, em entrevista à RCB. Empenhado em reactivar o PSD em Belmonte, Luís Elvas diz que faz falta oposição no concelho e que está na hora de António Dias Rocha passar das palavras aos actos.
Por Paula Brito em 18 de Nov de 2014
 

“Belmonte tem obrigação de liderar um consórcio que permita estudar a possibilidade do marranismo ou criptojudaísmo seja transformado em património imaterial da Unesco. A câmara e assembleia municipal têm obrigação de, pelo menos, estudar essa possibilidade que, a concretizar-se, transformaria Belmonte não numa potência cultural a nível regional ou nacional mas a nível mundial.”

Actualmente membro da distrital do PSD, Luís Elvas está empenhado em reorganizar o partido em Belmonte “para bem do partido e do município a quem faz falta oposição”. É que passado um ano de mandato está na hora de passar das palavras aos actos “António Rocha apresentou-se às eleições sem uma única ideia, a única promessa que ele fez foi trabalhar para as pessoas, resolver os problemas das pessoas, mas isso também se esgota no tempo, ainda esta semana, li na comunicação social a mesma coisa, mas isto é tão vago, tão vago, tão vago, que começa a ficar em água, ou seja em coisa nenhuma. António Rocha tem que começar a apresentar coisas em concreto”.

Recorde-se que Luís Elvas apoiou a candidatura de António Dias Rocha à câmara municipal de Belmonte nas últimas autárquicas. Mas o militante social-democrata não vê nenhuma incongruência entre esse apoio e a oposição que pretende criar no concelho reactivando o PSD “aqui não há incongruência da minha parte, entendi que perante o cenário que existia ao momento, o melhor candidato seria António Rocha, e não sofri nenhuma consequência partidária com isso, pelo simples facto que o meu partido não tinha candidato”.

Um apoio no passado que, garante, não é impeditivo de fazer oposição a Dias Rocha no futuro.  


  Redes Sociais   Facebook

2007—2021 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados