RCB/TuneIn
Domingo, 13 Jun 2021
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
CULTURA
NUNO DA CÂMARA PEREIRA “CHOCADO” COM DEGRADAÇÃO DO TEATRO CINE
Rádio Cova da Beira
Espectáculo solidário a favor da Associação Portuguesa de Deficientes angariou mais de quatro mil euros, no sábado à noite, no teatro municipal da Covilhã. Nuno da Câmara Pereira foi um dos artistas convidados e ficou chocado com o estado em que foi encontrar o imóvel. O fadista lançou o desafio para se criar uma comissão com o objectivo de recuperar “este marco importante na história da Covilhã”.
Por Paula Brito em 22 de Apr de 2014

Outras da categoria:

“É um choque tremendo olharmos para uma cidade tão importante e termos deixado chegar a este ponto o símbolo da cultura, da erudita à popular, não tem sentido nenhum, até podiam fazer auditórios melhores, mas este é um ex-líbris, é um marco importante na história da Covilhã, quer no cinema, quer no teatro, quer na música”, desabafou Nuno da Câmara Pereira que se disponibilizou para integrar uma comissão para recuperar o edifício “foi esse repto que lancei e agora só espero que as pessoas me contactem para que nós possamos organizar um projecto com cabeça, tronco e membros. Porque quando há um Proder, um Polis, uma série de ajudas na Europa para a cultura, para a recuperação do património, não se percebe”, lamenta Nuno da Câmara Pereira que aceitou participar nesta iniciativa solidária e regressar à Covilhã, terra que chama de sua, já que foi ali que formou a sua personalidade, ainda criança. 

A iniciativa excedeu as expectativas da delegação distrital da APD, que no mesmo dia abriu a sua nova sede no edifício multifunções de Cantar Galo “acho que isto vai ser uma grande ajuda para um novo arranque de uma nova APD, e esperemos que a partir de agora toda a gente comece a olhar para nós com outros olhos para nos ajudarem, quando nós estamos a precisar dessa ajuda, coisa que não aconteceu no passado”, lamenta Teresa Campos, presidente da direcção da delegação distrital da Associação Portuguesa de deficientes. 

Em palco esteve também Daniela Runa, que considerou o convite irrecusável uma vez que juntou a oportunidade de cantar na sua terra e ajudar “uma causa nobre”.


  Redes Sociais   Facebook

2007—2021 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados