RCB/TuneIn
Domingo, 25 Jul 2021
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
CULTURA
LIVROS NA COVILH?
O sal?o nobre dos pa?os do concelho da Covilh? recebe esta sexta-feira as cerim?nias de apresenta??o de 2 livros. ?s 18:00 horas "Mem?rias de c?u e inferno", da autoria de Ant?nio Passos Coelho. Pelas 21:30 horas, Fernando Paulouro Neves apresenta a sua mais recente antologia, com 300 cr?nicas publicadas nos ?ltimos dez anos no Jornal do Fund?o, "Cr?nica do Pa?s Relativo: Portugal minha quest?o".
Por Paulo Pinheiro em 22 de Jun de 2012

Sobre António Passos Coelho

O médico pneumologista, poeta e prosador, natural de Vila Real, notabilizou-se na luta contra a tuberculose e tem várias obras escritas, nomeadamente "Gente da minha terra" (1960), "Histórias Selvagens" (1963), "Material Humano" (1997), "Caramulo" (2006), "Zélia" (2008) e "Angola Amor Impossível" (2011).

Foi director clínico do Sanatório do Sameiro e, na década de 70, foi para Angola como encarregado da luta antituberculosa em Bié, onde é nomeado responsável pelo curso de Tisiologia da Faculdade de Medicina de Luanda e Director do Sanatório da mesma cidade. Mais tarde, já em Portugal, foi Presidente da Assembleia Distrital da Ordem dos Médicos (1978), Vice-presidente da Sociedade Portuguesa de Patologia Respiratória (1980) e Presidente da Comissão Instaladora do Hospital Distrital de Vila Real (1991).

 

"Crónica do País Relativo: Porrugal Minha Questão", da autoria de Fernando Paulouro

No prefácio, assinado por Baptista-Bastos, pode ler-se: "Fernando Paulouro é um dos grandes jornalistas portugueses, merecedor de confiança inabalável,... é sempre com júbilo e... com emoção, que assisto à [sua ] trajectória moral e rigorosamente profissional".

Fernando Paulouro é natural do Fundão e é actualmente Director do "Jornal do Fundão". Tem colaboração diversa em jornais e revistas, prefaciou livros de ensaios, de poesia e de ficção e participou em obras colectivas sobre a realidade transfronteiriça. Esta nova obra literária vem fazer parte de um vasto rol de publicações do autor, das quais se destacam "Os fantasmas não fazem a barba", "A materna casa da Poesia - sobre Eugénio de Andrade", "Os olhos do medo", "Era uma vez Cirinéu" e "O Foral: Tantos Relatos / Tantas Perguntas".

Ambas as obras serão apresentadas pelo escritor covilhanense Manuel da Silva Ramos.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

FONTE: CMC


  Redes Sociais   Facebook

2007—2021 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados