RCB/TuneIn
Domingo, 13 Jun 2021
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
USCB VAI DEFENDER LINHA DA BEIRA BAIXA
A uni?o de sindicatos do distrito de Castelo Branco acusa a CP de querer acabar em definitivo com o servi?o do comboio inter-cidades na linha da Beira Baixa. V?rios dirigentes daquela estrutura sindical percorreram esta tarde o trajecto entre as cidades da Covilh? e de Castelo Branco, que est? a ser assegurado atrav?s de automotoras do s?culo passado.
Por Nuno Miguel em 23 de Nov de 2011

Outras da categoria:

Uma decisão da CP fortemente criticada pela união de sindicatos "com esta opção foi diminuida a qualidade do serviço prestado, afastando ainda mais as pessoas do transporte ferroviário e desprezam os milhões de euros investidos nesta linha", diz o coordenador da USCB. Luís Garra acrescenta que "abandonar a ferrovia é um crime que terá consequências gravissimas para esta região".

O coordenador da união de sindicatos do distrito considera que deveriam ser outros os caminhos seguidos pela administração da CP no sentido de promover a mobilidade entre as cidades da Beira Interior como o reajustamento de horários do inter-cidades às reais necessidades das populações e a implementação dum serviço de metro de superfície no eixo entre a Guarda e Castelo Branco.

Luís Garra refere que aquela estrutura sindical vai exigir ao poder político a adopção de medidas que promovam a mobilidade como "acelerar o processo de electrificação da linha até à Guarda, a manutenção do serviço inter-cidades em comboio e a cosntruçºão das ligações rodoviárias a Coimbra e a Espanha sem portagens; ao mesmo tempo vamos também exigir ao Presidente da República que não promulgue a legislação para que sejam introduzidas portagens na A 23, 24 e 25". 


  Redes Sociais   Facebook

2007—2021 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados