RCB/TuneIn
Terça, 15 Jun 2021
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
CULTURA
ABRIU A CASA DE MARMELO E SILVA
A casa de cultura Jos? Marmelo e Silva, inaugurada no passado fim de semana, coloca o Paul no mapa mundi cultural. A ideia deixada por Arnaldo Saraiva na cerim?nia de inaugura??o do edif?cio que al?m de uma biblioteca, sala de leitura e espa?o para eventos culturais, conta a vida e a obra do escritor, professor e jornalista natural daquela vila do concelho da Covilh?.
Por Paula Brito em 25 de Oct de 2011

A casa de pedra foi doada pela junta de freguesia e recuperada pelo centro de estudos José Marmelo e Silva.Para Nélson Marmelo e Silva, filho do escritor, com a inauguração desta casa fez-se justiça ao seu pai que tem sido injustiçado "atravessou a vida perseguido, ostracizado, injustamente esquecido". Marmelo e Silva tem um lugar na literatura portuguesa e "com o tempo haverá cada vez de ser reconhecido".

 

Na casa com o seu nome, que deverá ter horário e funcionamento de museu, está o busto do escritor oferecido pela junta de freguesia. Com este gesto, a autarquia quis cumprir uma promessa feita pelo escritor numa das suas mais importantes obras, como recorda Leonor Cipriano "voltarei, liberto e portador de fogo, companheiros, assim escrevia Marmelo e Silva no final do volume Adolescente Agrilhoado." Segundo a autarca, com o descerramento do busto do escritor "está consumada a sua promessa de forma muito simbólica".

 

 

Arnaldo Saraiva, que falou do escritor e da sua obra, deixou o repto para que a casa Marmelo e Silva seja uma casa "habitável, frequentada, viva".

 

 

A cerimónia foi aproveitada por Carlos Pinto para deixar, mais uma vez, a sua oposição e “repúdio” a qualquer tentativa de extinção das freguesias rurais, terras que foram berços de gente que pode partir mas nunca apagar a sua naturalidade "não há administrativismo reestruturante ou financismo de urgência que possa justificar que, em tese, o Paul pudésse ser extinto". Para o autarca "não é o momento de ficarmos calados".

 

 

O presidente da câmara da Covilhã mostrou-se ainda receptivo a dar continuidade ao protocolo estabelecido com o centro de estudos José Marmelo e Silva enriquecendo as bibliotecas da rede municipal com as obras do autor.  


  Redes Sociais   Facebook

2007—2021 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados