RCB/TuneIn
Sexta, 15 Nov 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
DESPORTO
BENFICA E C.BRANCO-2 TOCHA-1
Entrando bem na partida, cedo a turma albicastrense se colocou em vantagem. A boa reac??o forasteira trouxe problemas aos pupilos de Quim Manuel que no entanto souberam segurar a vantagem at? ao intervalo, Na segunda metade o empate alcan?ado pelos de Tocha ainda deu para anular, com o jovem Jo?o Diogo a marcar o golo da vit?ria j? muito perto do final.
Por João Perquilhas em 29 de May de 2011

O jogo começou praticamente com o golo dos donos do terreno. Logo ao 2º minuto Curto rasteirou Ronam que se aprestava para fazer golo, e do penalty bem assinalado surgiu o golo apontado por Vladimir.

A reacção forasteira não se fez esperar e no espaço de 10 minutos a defensiva liderada por Ricardo António passou por alguns sobressaltos. Com um meio campo muito macio, os homens da Tocha chegavam facilmente à área local e em três ocasiões estiveram muito próximos do empate. Nicola cabeceou a rasar a trave da baliza de Hélder Cruz, Curto com um remate cruzado também teve a mira ligeiramente alta, e ao 11º minuto foi a vez de César, em zona frontal, rematar rentinho ao poste.

Estes minutos de pressão forasteira foram então sacudidos, com o equilíbrio a ser o tónico até ao intervalo, exceptuando um remate desferido por Kazeen aos 27`, que o guardião do Tocha defendeu com classe.  

Para a segunda parte cabia aos pupilos de Fernando Cunha correr atrás do prejuízo, arriscar mais no ataque, mas essa postura iria abrir brechas na sua defensiva que os donos do terreno procuravam agora explorar. Ao minuto 70 Hélder Cruz com a defesa da tarde ainda evitou o golo que os da Tocha já mereciam, após um livre directo apontado por Filipe, mas o empate acabaria mesmo por surgir alguns minutos depois, a castigar uma falta de Miguel Vaz no interior da sua área.

George bateu bem a grande penalidade igualando a contenda, mas o tento da vitória caseira seria alcançado aos 89 minutos. O jovem João Diogo surgiu na zona do segundo poste a empurrar para o fundo das redes após livre batido da direita, e o Benfica de Castelo Branco fechava a época com um triunfo bastante suado.

A arbitragem de Bruno Nave, que contemporizou bastante no capítulo disciplinar, não interferiu no desenrolar do encontro. Nos lances mais difíceis de analisar esteve bem, acabando por, tecnicamente, estar á altura das responsabilidades.


  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados