RCB/TuneIn
Sexta, 19 Jul 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POL√ćTICA
DISCRIMINA??O EM PENAMACOR
Oposi??o em Penamacor acusa maioria de falta de equidade na distribui??o de verbas pelas juntas de freguesia. Maioria diz que n?o se pode tratar igual o que ? diferente.
Por Paula Brito em 29 de Apr de 2011

Outras da categoria:

A acusação de discriminação entre as juntas de freguesia foi feita por Vítor Gabriel na última reunião pública do executivo depois de analisar as contas da autarquia dos últimos 3 anos. Sem querer adiantar quais as freguesias, o líder da bancada da Coligação "Todos por Penamacor" fala em "disparidades muito grandes de verbas atribuídas às freguesias" e deixa um exemplos "entre a que ficou em primeiro lugar e a que ficou em segundo há uma diferença de um para três, ou seja a primeira recebeu três vezes mais que a segunda, mas se compararmos a que receber mais com a que recebeu menos a difereça é de um para doze, ou seja a primeira recebeu 12 vezes mais que a última". 

António Cabanas discorda da análise feita por Vítor Gabriel. Para o vice presidente da autarquia não se pode tratar de forma igual o que é diferente "não concordo que se deve dar o mesmo a todas as freguesias, em todos os anos, concordo sim om o princípio da equidade, não podemos olhar para os dados desta maneira porque basta por exemplo a obra das termas de Águas para baralhar essas contas".

As diferentes leituras da distribuição de verbas da câmara municipal pelas 12 freguesias do concelho que na prática são 11 já que a sede de freguesia, Penamacor, não recebe nem competências nem transferências da autarquia. 


  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados