RCB/TuneIn
Quinta, 19 Set 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
HIPERTENS?O: CONTROLO ? FUNDAMENTAL
Doentes com problemas de hipertens?o nem sempre tomam os medicamentos que lhe foram prescritos para ajudar a combater o problema.
Por Nuno Miguel em 31 de Mar de 2011
Esta é uma das principais conclusões dum estudo realizado ao longo do último ano por Manuel Morgado, docente na faculdade de ciências da saúde da UBI, junto de pacientes da consulta de hipertensão do centro hospitalar da Cova da Beira "neste trabalho foram monitorizados cerca de 200 doentes e aquilo que pudémos concluir é que os pacientes que realizam a intervenção farmacológica que lhes é prescrita acabam por conseguir controlar melhor o problema da hipertensão" refere Manuel Morgado.

O autor do estudo acrescenta que "esta situação não é um problema apenas de Portugal uma vez que, tendo por base alguns estudos europeus, é possível concluir que apenas 35 por cento dos doentes toma a medicação; nesse sentido há aqui todo um trabalho a fazer no sentido de sensibilizar os doentes para a questão da intervenção farmacológica".

Manuel Morgado refere que este estudo permite "deixar um alerta aos profissionais de saúde" no sentido de "envolveram o paciente no tratamento que é prescrito, explicando as vantagens da toma dos medicamentos pois este estudo comprova a importância da intervenção famacológica no controlo da pressão arterial".


  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados