RCB/TuneIn
Sexta, 23 Ago 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
CULTURA
PENAMACOR: TERRA DE CULTURA
Vem a? a Kulturl?ndia. De 12 a 20 de Julho Penamacor recebe 8 espect?culos de m?sica, 3 pe?as de teatro, 3 exposi??es e uma feira do livro. Os ingredientes da festa das artes e cultura que de dois em dois anos regressa ? vila.
Por Paula Brito em 01 de Jul de 2008

Este ano destaca-se na Kulturlância a "mixelândia" de sons. A diversidade dos espectáulos musicais é uma das apostas da autarquia durante toda a semana. Danças Ocultas é o grupo que inaugura a Kulturlândia no dia 12 de Julho. É um dos mais aclamados grupos portugueses no estrangeiro e junta em palco Artur Fernanades, Filipe Cal, Filipe Ricardo e Francisco Miguel. Em comum têm a paixão pelo acordeão, um instrumento que adaptaram a diversos tipos de música incluíndo a música clássica.

Em termos musicias destaque ainda para a Gala de Ópera na noite de 14 de Julho. Imagine um pianista (Domenico Ricci) e um tenor (Sérgio Martins) e o palco das Tílias a ser invadido por música de Verdi, Puccini ou Wagner.

No dia 16 o quartelo cubano Unión Salsera vai animar o palco das laranjeiras, no dia 19 espectáculo com Joel Xavier que vai apresentar em Penamacor o seu último trabalho Saravá. O encerramento da Kulturlândia será no domingo, 20 de Julho, a partir das 22 horas com um espectáulo de música tradicional a cargo da Musicalbi.

No teatro destaque para a peça "A história do Tigre" das Produções Filipe Crawford no dia 13 no palco das Tílias.  Baseada num texto de Dario Fo, a peça é inspirada no teatro popular e marginal chinês e conta a história de um soldado que é ferido durante a Grande Marcha e se refugia numa gruta nos Himalaias onde consegue sobreviver graças a uma família de tigres. Para os chineses "ter tigre" significa não voltar costas aos momentos de grandes dificuldades, persistindo, aguentando e resistindo...

"Escola de Mulheres" é outra peça de teatro a não perder em Penamacor no dia 15 às 23 horas no largo do conde. É a história de um libertino de meia idade, Arnolfo, que ao fim de muitos anos a zombar dos maridos enganados pelas mulheres, anuncia o seu casamento com uma jovem, Inês, que educou para esse fim. Escusado será dizer que o feitiço se vai virar contra o feiticeiro nesta peça que é considerada uma das mais encantadoras comédias de Moliére. 

A terceira e última peça de teatro para ver na Kulturlândia é a mais recente produção do teatro das Beiras "Catavento". Um espectáculo de rua que conta a divertida história de uma viúva de uma qualquer aldeia serrana que luta contra uma grande empresa que pretende demolir a sua casa para ali instalar um gerador de energia eólica. É uma divertida luta entre David e Golias para ver no dia 18 de Julho às 23 horas no Largo do Conde.

A feira do livro, as exposições "Pão Nosso", "Azulejo Alicatado" e "A (in)visibilidade da mulher na história da arte" completam a Kulturlândia de 12 a 20 de Julho em Penamacor.  


  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados