RCB/TuneIn
Terça, 17 Set 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
DESPORTO
FUTSAL - AD FUND?O MANT?M-SE NA 1? DIVIS?O
Foi dif?cil mas os fundanenses da Desportiva garantiram no ?ltimo jogo, em Vila Real, a perman?ncia da equipa de futsal, no campeonato nacional da 1? divis?o. A ADF venceu por 4-2 a UTAD, com golos de Paulo Pinto, Esquerda, Adriano e Couto.
Por José Joaquim Ribeiro em 14 de Jun de 2008

Não foi um bom jogo de futsal, mas valeu pelo resultado. A equipa da casa foi melhor durante mais tempo, mas hoje os deuses estiveram com a Desportiva, assim como o seu guardião, Carlinhos, que rubricou uma exibição fantástica e, o melhor tributo que se pode atribuir a Carlinhos é dizer-se que a Desportiva do Fundão ficou na primeira divisão graças à categoria deste seu guardião.

É claro que seria de todo injusto esquecer outros atletas que se evidenciaram ao longo do campeonato. Couto, Bruno Pereira, Esquerda e Paulo Pinto, foram outros grandes " culpados" desta permanência.

O treinador José Luís no final da partida em Vila Real, aos microfones da Rádio Cova da Beira teve um desabafo que vai, certamente, merecer uma análise mais aprofundada por parte dos dirigentes da ADF. José Luís desabafou dizendo que " estou satisfeito com o desfecho do campeonato, mas este é também um momento de reflexão. Não sei se valerá a pena manter este projecto ". São declarações que revelam que nem tudo vai de feição na secção de futsal da Desportiva.

O jogo, já se disse não teve grandes atractivos, a UTAD esteve muito melhor e por isso marcou por duas vezes, primeiro por Paulo Duarte e depois por Dénis. O marcador só não sofreu uma dilatação maior por a ADF ter contado com um guarda redes de grande nível. Foi com este resultado que se chegou ao intervalo.

Na segunda parte, em termos de jogo nada, ou pouco se alterou, a diferença esteve na concretização, feliz, de dois golos da Desportiva, apontados com um intervalo de apenas 10 segundos. Paulo Pinto e Esquerda colocaram o resultado empatado, quando ainda faltavam 17 minutos para o termo do encontro. Como este resultado servia as intenções dos fundanenses, até por que o Boavista, que lutava pelos mesmos objectivos, estava empatado nessa altura, o jogo manteve o mesmo padrão, embora os fundanenses passassem a equilibrar em termos de jogadas de perigo.

Quando a quatro minutos do final Adriano colocou a Desportiva do Fundão em vantagem no marcador, respiraram de alívio os fundanenses, embora nesta altura o Boavista já estivesse em vantagem sobre o Sassoeiros. Este resultado permitia uma gestão diferente e, naturalmente, o estado de espirito seria substancialmente mais elevado. O golo de Couto, a 30 segundos do final, foi a cereja em cima do bolo. Já não havia volta a dar, o Fundão ficava na 1ª divisão.

Foi com sorte, é certo, mas, provavelmente foi a sorte que lhe faltou no jogo em Sassoeiros e aqui no Fundão com o Boavista. Alguma vez os fundanenses haveriam de ter sorte...

Amanhã, aqui na Rádio Cova da Beira vão estar os responsáveis da Desportiva para o balanço desta longa e desgastante época, vamos certamente ficar a saber o que se prespectiva para a próxima temporada. A não perder em Panorama desportivo, entre as 21 e as 24 horas.


  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados