RCB/TuneIn
Domingo, 16 Dez 2018
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POL√ćTICA
PORTAGENS: MOVIMENTO DEVE LUTAR PARA REDUZIR CUSTOS
O presidente da associação empresarial do nordeste da Beira considera inevitável a colocação de portagens na A 23 e na A 25. António Oliveira defende a união dos agentes da região para baixar o valor que o governo pretende cobrar nas auto estradas do Interior.
Por Nuno Miguel em 25 de Jan de 2011

O presidente daquela associação, sediada em Trancoso, mostra-se "disponível para liderar um movimento empresarial que reivindique ao governo a redução dos valores a cobrar, uma vez que no actual momento já não faz sentido equacionar a criação dum movimento das associações empresariais contra a colocação de portagens pois chegámos a um ponto em que essa medida é inevitável".

Para António Oliveira o que está em cima da mesa "é a luta pela redução do valor a cobrar uma vez que a proposta do governo aponta para um custo de 8 cêntimos por quilómetro para a A 23 e para a A 25 o que nesta região é um valor inaceitável; o que devemos fazer é criar um movimento de união para que esse valor seja reduzido para metade".


  Redes Sociais   Facebook

2007—2018 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados