RCB/TuneIn
domingo, 29 jan 2023
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POL�TICA
CLÁUDIA ANDRÉ QUESTIONA GOVERNO
Rádio Cova da Beira
A deputada do PSD eleita pelo distrito de Castelo Branco na Assembleia da República apresentou um conjunto de questões aos ministérios da saúde, infraestruturas, ambiente e solidariedade social no âmbito da discussão na especialidade da proposta de orçamento de estado para 2023.
Por Nuno Miguel em 16 de Nov de 2022
Em relação á área da saúde, a eleita do PSD questionou Manuel Pizarro “se pondera ou não encerrar algum serviço de obstetrícia em Castelo Branco ou Covilhã” sublinhando que espera que o governo “não esteja a pensar em encerrar nenhum porque este é um território que quer promover a fixação da população e o governo diz querer promover também a natalidade”. 
No que respeita às infraestruturas, Cláudia André questionou o ministro da tutela sobre a construção dos IC´S 6 e 31 “sobre o primeiro não se sabe de nada e sobre o segundo nada é dito neste orçamento de estado sobre o traçado e o investimento previsto”. A eleita social democrata sustenta que “os investimentos nas infraestruturas no distrito de Castelo Branco são de curta visão e evidenciam que este governo considera o investimento no interior mal empregue”, afirmando que o “interior não é o fim do mundo”. 
Já o ministro do ambiente foi questionado sobre o plano de apoio à reflorestação da Serra da Estrela. Cláudia André sublinha que “após o incêndio do passado mês de Agosto, todo o governo foi prontamente ao local e o PSD esperava que o orçamento de estado previsse uma verba significativa para a reflorestação da Serra da Estrela, mas nada se encontra no documento em relação a isso”. 
Por fim, na audição à ministra do trabalho e da solidariedade social, a deputada do PSD quis saber se o governo “está disponível para reponderar os critérios de elegibilidade e reforçar a dotação do PRR, no que respeita à requalificação e alargamento da rede de equipamentos e respostas sociais nos distritos do interior, nomeadamente no distrito de Castelo Branco”, deixando como exemplos os casos do chumbo das candidaturas apresentadas pelos centros sociais do Peso e de Vales do Rio “numa altura em que o PRR está com índices de execução muito baixos” 

  Redes Sociais   Facebook

2007—2023 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados