RCB/TuneIn
sábado, 03 dez 2022
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POL�TICA
ANTÓNIO BEITES PEDE MEDIDAS PARA A FLORESTA NÃO ARDIDA
Rádio Cova da Beira
O presidente da câmara municipal de Penamacor, António Beites, saúda os apoios anunciados pelo governo para as áreas ardidas no último verão, mas considera que também deveria haver medidas para apoiar a floresta que não ardeu.
Por Paula Brito Batista em 30 de Sep de 2022

Foi durante a última Assembleia Municipal que o presidente da autarquia penamacorense manifestou a sua indignação pelo facto de não haver apoios para proteger as áreas que não arderam.

 

“Estou farto de manifestar a minha opinião, completamente adversa e contrária, a muito do que têm sido os apoios desta atual legislatura, em termos do poder central, nomeadamente em relação aos apoios a áreas florestais. O que tem havido aqui, aliás, desde 2017, tem sido, claramente, reforço de apoio, criação de medidas e abertura de avisos para áreas que arderam. Nós ainda cá temos a matéria prima e é inqualificável que tudo o que ardeu não tenha apoio.”

 

Questionado, no final da assembleia, a que tipo de apoios se estava a referir, o autarca penamacorense pede medidas adequadas a cada território.

 

“Temos que, no pais todo, em função da diversidade florestal, que haja, de facto, medidas a todos os proprietários que hoje ainda têm a floresta em condições. Da mesma forma que as medidas estão hoje a ser criadas para as áreas que arderam.”

 

O autarca está também preocupado com a reorganização dos serviços da proteção civil, que atribuiu um comando a cada Comunidade Intermunicipal dividindo o distrito em três. António Beites deixa um exemplo.

 

“A secção dos Três Povos, pertencente ao Fundão, não pode sair imediatamente para um incêndio que haja na Benquerença (Penamacor) que fica ali a dois quilómetros, isto é totalmente inqualificável."

 

A opinião de António Beites sobre uma reestruturação que deverá entrar em vigor no primeiro dia de janeiro de 2023.

 

“Tudo faremos para que isso não aconteça, de forma veemente, porque discordamos dessa condição, independentemente de questões políticas.” Frisou António Beites, na última assembleia municipal de Penamacor, em resposta à preocupação levantada pelo deputado do Partido Socialista João Luís, sobre esta matéria. 


  Redes Sociais   Facebook

2007—2022 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados