RCB/TuneIn
segunda, 26 set 2022
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
HÁ MAIS DE SEIS DÉCADAS A FORMAR
Rádio Cova da Beira
O ano letivo na Escola Profissional Agrícola da Quinta da Lageosa, concelho da Covilhã, arranca esta terça-feira com cerca de 80 alunos entre turmas do terceiro ciclo e ensino secundário. A Rádio Cova da Beira foi conhecer a oferta da única escola profissional do distrito de Castelo Branco que, com 320 hectares de extensão, se dedica exclusivamente ao setor da agricultura.
Por Lara Inês Cardoso em 13 de Sep de 2022

Outras da categoria:

Oiça a reportagem:  https://bit.ly/3xiSZB1

 

 

Apesar da oferta formativa contemplar cinco cursos de grau II e IV, os mais procurados ao nível do ensino secundário são a Produção Agropecuária e a Gestão de Equinos. No que diz respeito ao terceiro ciclo, as ofertas com mais frequência são operador de jardinagem, operador de máquinas agrícolas e tratador e desbastador de equídeos. 

https://bit.ly/3QClq3x

 

 

 

A relação da escola que se situa na Aldeia do Souto com a comunidade é notória, não só quando convida a população a usufruir do centro hípico, ou quando os técnicos de pêssegos vão fazer o balanço daquele pomar, ou até mesmo quando comercializam a sua produção com empresas da região. 

 

Aquando do grande incêndio na Serra da Estrela, as chamas chegaram ao território daquela escola e por lá estiveram dezenas de bombeiros a combater as chamas. Durante esses dias infernais de agosto, o bar da escola e as suas camaratas estiveram ao serviço das corporações. O mesmo fogo que destruiu, de acordo com Agostinho Ferreira, uma biodiversidade impossível de quantificar e a vontade de continuar a preservar a floresta. Mas o diretor da Escola da Lageosa garante que, agora, a ação formativa daquele ensino profissional vai passar pela regeneração daquele território.

 

“Por exemplo, a reintrodução de novas espécies que tenham sido destruídas; a criação de microhabitats que facilitem o aparecimento das espécies que foram embora e que possam voltar a aparecer; uma outra forma de olhar para a gestão da água uma vez que este é um recurso cada vez mais escasso e limitado, então é basicamente por aí que nós vamos começar a trabalhar”.

 

Outra das prioridades do estabelecimento de ensino profissional é modernizar os atuais equipamentos e infraestruturas, numa perspetiva de digitalização, para que o setor agropecuário seja cada vez mais atrativo. Uma missão cada vez mais difícil nos dias de hoje, mas que a Escola Profissional da Quinta da Lageosa não desiste de desempenhar.



  Redes Sociais   Facebook

2007—2022 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados