RCB/TuneIn
quarta, 28 set 2022
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
DESPORTO
II LIGA: SP. COVILHÃ PERDE EM CASA 2-0
Rádio Cova da Beira
Contra factos, não há argumentos. A equipa serrana lutou e correu muito, tentou o golo, mas encontrou pela frente um adversário mais forte, melhor em todos os capítulos, mais experiente e eficaz, e que, com justiça, venceu na Covilhã, por 2-0, com golos de Jardel(34') e Jorge Teixeira(42'). Com esta vitória (1ª da época), o Feirense ultrapassa o Sp. Covilhã (1ª derrota), na tabela classificativa.
Por Miguel Malaca em 13 de Aug de 2022

Apesar do calor que se fez sentir, os adeptos e sócios do Sp. Covilhã responderam â chamada do treinador, e estiveram em grande número no estádio Santos Pinto, que ainda não tem, longe disso, um bom relvado.

A equipa de Leonel Pontes entrou bem, a querer dominar o jogo, mas encontrou pela frente um adversário experiente, que manteve 18 jogadores da época passada, muito forte fisicamente e de qualidade também, que praticamente dominou em toda a linha a partida, mesmo com as primeiras situações de golo terem acontecido para os serranos, nos primeiros 15’, com dois remates, dentro de área fogaceira, de Beléa e Zé Tiago, que não chegaram à baliza (o Feirense defendeu quase sempre bem e contra atacou com perigo, aproveitando os erros do adversário), para além de um remate por cima da barra da baliza de Igor, de Beléa.

A partir daí, a equipa de Rui Ferreira, teve mais bola, e antes dos dois golos marcados, Tiago Dias, aos 13', teve a melhor oportunidade de marcar. Junto ao poste direito da baliza de Bruno Bolas rematou, e obrigou o guarda-redes a defesa apertada e difícil com a anca esquerda.

Com mais posse, mesclando um futebol apoiado, e profundidade, constantemente a mudar de flancos, o Feirense em oito minutos apontou dois golos e venceu um encontro difícil, mas com inteiro mérito.

Os leões da serra erraram muito no último passe, falharam no sector defensivo, e disso se aproveitou o opositor, que, quase sempre pela direita, criou desequilíbrios, e na qual, nasceram os lances de golo.

Jardel aos 34', em pontapé de bicicleta, na pequena área fez um belo golo, após cruzamento da direita (Teles e Jorge Teixeira estiveram muito bem), e depois, o próprio Jorge Teixeira, depois de um erro do Sp. Covilhã, realizou uma bela jogada individual, e rematou fortíssimo, sem hipótese de defesa para o guardião serrano.

Tudo aconteceu aos 42'.

Foram de facto, dois grandes golos.

Na segunda parte, o técnico do SCC, mexeu na equipa, colocou muita gente na frente de ataque, começou (46') com um cabeceamento ao lado do poste de Gildo, depois de um livre apontado por Ruben Ferreira, e aos 84', Agustin, dentro de área, rematou ao lado do poste.

A equipa serrana lutou, tentou chegar ao golo, mas teve pela frente um Feirense, mais maduro, a controlar a partida e o resultado, onde foi sempre mais confiante e tranquilo, durante os 98’, que durou o desafio.

Vitória justa da melhor equipa em campo.

O Sp. Covilhã folga este domingo e regressa ao trabalho na segunda-feira de manhã.

Os serranos, na 3ª jornada, deslocam-se a Aveiro (Estádio Municipal), para defrontar o Tondela, às 18 horas, com relato na RCB, dia 19 de agosto (sexta-feira).


  Redes Sociais   Facebook

2007—2022 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados