RCB/TuneIn
Sexta, 06 Dez 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POLÍTICA
MAIS VIGIL?NCIA E INTERVEN??O NAS FLORESTAS
O objectivo est? tra?ado at? ao final da licenciatura. O governo quer integrar as quatro centenas de guardas florestais existentes no pa?s nas Brigadas de ambiente da GNR.
Por César Duarte Ferreira & Nuno Miguel em 28 de May de 2008

O anuncio foi feito em Idanha – a –Nova, onde o secretário de estados das florestas, garantiu que, com esta medida a capacidade de intervenção e de vigilância das florestas: “nós tínhamos de um lado 400 guardas florestais no ministério da agricultura e 400 GNR no ministério da administração interna a tratar de questões do ambiente. Se juntarmos as forças temos mais capacidade de intervenção.”

O governante participou num seminário ao tema “caça e conservação dos recursos naturais” promovido em parceria pela associação ambientalista Quercos e pela associação nacional de proprietários e produtores de caça, onde deixou uma outra garantia; já a partir da próxima semana a obtenção de licenças de caça vai ser mais simplificada: “Permitir que os caçadores possam ir a uma caixa multibanco, tirar a sua licença.”

Para Ascenso Simões a caça e a conservação dos recursos naturais são duas áreas que podem contribuir para uma maior sustentabilidade dos territórios.

 

  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados