RCB/TuneIn
Segunda, 14 Out 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
DESPORTO
SPORTING DA COVILH? PERDE EM CASA
O Sporting da Covilh? perdeu esta tarde com a Oliveirense, por 3-1, num jogo que os serranos abordaram de forma deficiente, com falhas imperdo?veis e pouca determina??o.
Por José Joaquim Ribeiro em 29 de Dec de 2010
O Sporting da Covilhã perdeu esta tarde com a Oliveirense, por 3-1, num jogo que os serranos abordaram de forma deficiente, com falhas imperdoáveis e pouca determinação.
A Oliveirense, que se apresentou na Covilhã para se aproveitar dos erros do adversário acabou por ser feliz nesta sua forma de abordar o jogo. Sem que nada o fizesse prever, chegou ao golo num lance completamente inofensivo mas que originou a marcação de uma grande penalidade.
Dentro da sua grande área o defesa central Wagnão cometeu a imprudência de jogar a bola com o braço, certamente sem que fosse essa a sua intenção, mas o suficiente para mudar a trajectória do esférico. Rui Silva o árbitro do encontro assinalou a respectiva penalidade que Ricardo Sousa converteu no primeiro golo da sua equipa. Estavam então decorridos 13 minutos de jogo.

Como se um erro não fosse suficiente, os serranos voltaram a prevaricar, ao oferecerem de bandeja o segundo golo aos forasteiros. Estavam decorridos 23 minutos de jogo, Abdoulaye cortou de forma deficiente um lance, acabando por colocar a bola ao alcance de Carlitos que aproveitou a benesse para se isolar e na cara de Igor fazer o segundo golo do encontro.

O Sporting não reagia e não mostrava ter argumentos para virar o jogo a seu favor. A única situação em que os leões da serra podiam ter marcado já se jogava o período de descontos do primeiro tempo.

Na segunda parte João Pinto terá chamado à atenção dos seus jogadores para a necessidade de se aplicarem com mais intensidade no jogo e na verdade o Sporting foi para este segundo período de jogo com outra ambição e outra postura. Nos primeiros 15 minutos a equipa criou três boas oportunidades que lhe poderiam ter valido a obtenção de um ou dois golos. Aos 60 minutos já era injusta a vantagem de dois golos que a equipa da Oliveirense tinha no marcador.

Com a entrada de Vasco Varão no jogo a equipa passou a ter mais bola e, poucos instantes depois, iria reduzir o marcador para 1-2, exactamente por intermédio do médio que tem estado indisponível devido a lesão.

Como ainda havia muito jogo para ser jogado os serranos acreditaram que podiam chegar à igualdade, só que as benesses defensivas não tinham terminado com o segundo golo da equipa da Oliveirense. Aos 76 minutos Wagnão tentou atrasar o esférico para Igor, mas fê-lo de forma tão deficiente que Clemente aproveitou a oferta para fazer o terceiro golo da sua equipa.

Sem que tenha feito muito para vencer o encontro a equipa da Oliveirense viu-se na posição de vantagem, ainda por cima com dois golos à maior, que depois soube guardar para levar da Covilhã os três pontos em disputa.

Embora o resultado não consiga traduzir o que se passou no Complexo Desportivo da Covilhã, o Sporting não pode abordar um jogo como o fez nesta partida. Foram três erros fatais e que podem vir a ser muito penalizantes para a carreira da equipa.

O clube termina este ano 2010 da pior maneira, num ano que também não foi muito positivo para toda a estrutura do clube, espera-se que o novo ano traga aos leões da serra os êxitos que todos os seus adeptos desejam, desde logo, a manutenção neste segundo escalão nacional, o primeiro objectivo dos dirigentes serranos.

O campeonato regressa no dia 9 de Janeiro, com os serranos a visitarem a cidade de Fátima.


  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados