RCB/TuneIn
Quarta, 21 Out 2020
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
MINISTRA REAFIRMA DECIS?O AT? FINAL DO ANO
At? final da semana a ministra do ambiente vai decidir se autoriza ou n?o a prorroga??o da declara??o de impacte ambiental da constru??o da barragem das Penhas da Sa?de. A decis?o, segundo Dulce P?ssaro, est? a ser "ponderada".
Por Paula Brito em 28 de Dec de 2010

À comunicação social a ministra do ambiente reafirmou o que já tinha avançado ao presidente da câmara da Covilhã: a decisão será tomada até final do ano "reafirmo, hoje estamos a 27, até final do ano tomarei uma decisão". Declarações da ministra do ambiente à margem da cerimónia de assinatura de novo contrato de concessão da Valnor e dos contratos de entrega e recepção de resíduos sólidos e urbanos com os municípios a sul do distrito.Contratos que vão permitir a centralizar e rentabilizar a gestão dos resíduos "que até agora era feita por cada um dos municípios".

A ministra do ambiente anunciou ainda em Castelo Branco um investimento de 14 milhões de euros, até 2012, em infra estruturas e equipamentos para os distritos de Castelo Branco, Portalegre e Santarém, na área da recolha e tratamento de resíduos. Apesar dos cortes orçamentais, segundo Dulce Pássaro, o percurso "notável" que tem sido feito nesta área em todo o país, não pode parar.

 

Segundo Pinto Rodrigues, administrador executivo da Valnor, a empresa responsável pelo tratamento de resíduos nos três distritos, este investimento de 14 milhões de euros, 5 milhões dos quais para Castelo Branco, diz respeito a um conjunto de infra estruturas e equipamentos "estação de triagem, de transferência de RU, projecto de recuperação de biogás e novas viaturas que irão permitir uma recolha organizada dos óleos usados".

O objectivo, segundo aquele responsável, é transferir o maior número de resíduos para a unidade de Avis, prolongando o tempo de vida do aterro de Castelo Branco "por mais 20 a 30 anos".


  Redes Sociais   Facebook

2007—2020 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados