RCB/TuneIn
Domingo, 17 Dez 2017
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POL√ćTICA
"IRRESPONSABILIDADE POL√ćTICA"
Jorge Amaro acusa a bancada do PSD na assembleia municipal de Belmonte de irresponsabilidade pol√≠tica. Em causa est√° o facto de na √ļltima reuni√£o daquele √≥rg√£o a bancada social democrata ter solicitado a extin√ß√£o da empresa municipal de promo√ß√£o e desenvolvimento social.
Por Nuno Miguel em 16 de Dec de 2010

A questão foi levantada pela eleita da CDU na última reunião da assembleia municipal de Belmonte a propósito de uma proposta de revisão dos estatutos da empresa. Dulce Pinheiro refere que "a partir de agora está ainda mais dificultado o nosso trabalho de fiscalização das actividades da empresa pois, para além de não ser obrigatório que a assembleia analise as contas e os planos de actividades da empresa também o seu conselho geral vai ser extinto".

Por mais de uma vez a eleita da CDU já veio reivindicar a extinção da empresa municipal. Uma voz a que agora se junta a bancada do PSD. Para Acácio Dias "a empresa não está a cumprir os objectivos que presidiram à sua criação e por isso extinga-se e entreguem-se as suas competências a um dos vereadores da câmara municipal". 

Uma posição rejeitada pelo líder da bancada da oposição na câmara municipal. Eleito pelo PSD, mas agora na condição de independente, Jorge Amaro refere que "esta postura revela uma irresponsabilidade política uma vez que a empresa é auto-sustentável e para além da gestão dos museus e da organização da feira medieval, tem prevista a realização dum outro conjunto de iniciativas já no próximo ano".

Declarações proferidas no âmbito da aprovação dos documentos provisórios de actividades e de financiamento da empresa para 2011 que decorreu na última reunião pública do executivo.A bancada dos vereadores independentes considera que os documentos apresentam algumas inovações positivas mas acabaram por se abster. Jorge Amaro justifica essa situação pelo facto de "o montante agora previsto para o financiamento da empresa ser superior ao que está previsto nas grandes opções do plano e orçamento da câmara municipal o que significa que 2011 ainda não começou e nós já sabemos que vamos ter uma revisão orçamental".

No que diz respeito à actividade da empresa para 2011, a grande novidade vai para a organização de uma feira de turismo. Amândio Melo refere que "essa aposta tem omo objectivo dinamizar esse sector e alargar o âmbito de actividades da empresa que neste momento já está consolidado e queremos por isso fazer essa nova aposta; vamos agora ver qual a melhor data para a poder organizar para que os convites sejam endereçados".

Quanto à reivindicação de PSD e CDU para que a câmara proceda à extinção da empresa municipal, o autarca garante que "os argumentos apresentados são inválidos". Para o presidente da câmara de Belmonte "os deputados da oposição deveriam aplaudir o trabalho realizado pela empresa e não exigir a sua extinção".


  Redes Sociais   Facebook

2007—2017 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados