RCB/TuneIn
Sexta, 15 Dez 2017
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POL√ćTICA
COVILHÃ: DIAP DE COIMBRA ACUSA AUTARCAS
O departamento de investiga√ß√£o e ac√ß√£o penal (DIAP) de Coimbra acusa o presidente e um vereador da c√Ęmara municipal da Covilh√£ de facilitarem a constru√ß√£o de obras ilegais atrav√©s do arquivamento dos processos de contra-ordena√ß√£o levantados pelos servi√ßos de fiscaliza√ß√£o da autarquia.
Por Paulo Pinheiro em 15 de Dec de 2010

A notícia é avançada na edição desta quarta-feira do "Correio da Manhã". De acordo com o jornal, em causa estão quatro crimes: Carlos Pinto responde por um ilícito  e João Esgalhado por três. Os factos remontam ao período entre 1999 e 2003. Segundo o diário, uma das obras investigadas foi a ampliação do hotel das Penhas da Saúde, que terá avançado sem licenciamento municipal. O DIAP de Coimbra acusa o presidente da autarquia de facilitar a construção "independentemente das ilegalidades ou irregularidades existentes".

Citado pelo "CM", Carlos Pinto afirma que a acusação "é uma fantasia jurídica" tendo já requerido a instrução do processo. "Sei o que fiz e sei o que faço. A senhora magistrada está a fantasiar", refere o edil covilhanense.

Ainda de acordo com o jornal, João Esgalhado é acusado de mandar arquivar processos de contra-ordenação e de permitir uma obra em violação com o PDM.

 


  Redes Sociais   Facebook

2007—2017 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados