RCB/TuneIn
quarta, 28 set 2022
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
CULTURA
"TEMPLO DE AMOR EM TEMPOS DE GUERRA"
Rádio Cova da Beira
É o nome da exposição que reúne artistas portugueses, angolanos e ucranianos e que está patente na Casa Vermelha da Rua da Cale até ao próximo dia 15 de junho.
Por Paulo Pinheiro em 26 de May de 2022

“Templo de Amor em Tempos de Guerra” é o nome da exposição que reúne artistas portugueses, angolanos e ucranianos e que está patente na Casa Vermelha da Rua da Cale até ao próximo dia 15 de junho.

 

Inaugurada no âmbito dos Encontros Cinematográficos do Fundão, que decorreram entre os dias 11 e 15 de maio, a exposição coletiva reúne trabalhos de pintura, escultura, instalação, vídeo, música e performance de 14 artistas não só locais, mas também de nacionalidade angolana e ucraniana. São eles Alina Rubel, Anna Kramar, Casca, Gabriel AV, Halyna Katiukha, Ivan Romanenko, Kica Kaki, Pedro Leitão, Polina Krykunova, Rosa Martins, Tatiana Horodilova, Vira Krykunova, Yulia Diadiura e Zina Caramelo.

 

Aos olhos de Bruno Ramos, cronista que esteve presente na inauguração do dia 11 de maio, nas paredes da Casa Vermelha “a arte é a catarse da dor, mas é também comunhão e ponte, é o esperanto do amor e da vida que salva a aridez obliterante da guerra” e “a partir deste refúgio cada nome levanta a sua voz contra o estrondo das bombas e dos canhões”.

 

 

 

“Templo de Amor em Tempos de Guerra” está patente ao público até ao dia 15 de junho e pode ser vista de segunda a sábado das 11h às 20h. A entrada é livre e o trabalho dos artistas pode ser adquirido, sendo que os fundos vão diretamente para eles. Também se aceitam entregas de bens para apoiar os acolhidos no Centro para as Migrações do Fundão.

 

 

 

 

De: Lara Cardoso 


  Redes Sociais   Facebook

2007—2022 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados