RCB/TuneIn
S√°bado, 20 Jul 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
DESPORTO
LIGA COVIFIL ? 11? JORNADA
Na viragem do campeonato o destaque da jornada vai para a vit?ria que a Atalaia do Campo alcan?ou em Pedr?g?o de S. Pedro, por 2-1 e para a goleada que o Alcains infringiu ao V. Sernache, por 3-0. A ADEP continua muito personalizada e a comandar com todo o m?rito, com mais seis pontos que o segundo classificado.
Por José Joaquim Ribeiro em 28 de Nov de 2010
Na viragem do campeonato o destaque da jornada vai para a vitória que a Atalaia do Campo alcançou em Pedrógão de S. Pedro, por 2-1 e para a goleada que o Alcains infringiu ao V. Sernache, por 3-0. A ADEP continua muito personalizada e a comandar com todo o mérito, com mais seis pontos que o segundo classificado.

A ADEP não deixou os seus créditos por mãos e foi a Proença-a-Nova vencer, num terreno muito difícil, por claros 3-0. O primeiro golo foi dividido por Vasco e Ricardo Costa mas finalizado por Pedro Silveiro, resultado com que se chegou ao intervalo. Na segunda parte a equipa de Hugo Andriaça soube gerir o resultado e na parte final do encontro arrumou com a questão da conquista dos três pontos, com um segundo golo de Ricardo Costa, apontado aos 85’ e o terceiro de Esquiva sobre o minuto 90.

Em Pedrógão de S. Pedro a equipa da casa está a ficar longe daquilo que era expectável que fizesse no campeonato. Recebeu a formação de Atalaia do Campo e, por aquilo que foi possível saber-se, usou de poucos argumentos para fazer melhor neste jogo. A equipa de Trindade adiantou-se no marcador, por intermédio de Carlitos, à passagem do minuto 25, resultado que se manteve até ao intervalo. Na segunda parte a Atalaia voltou a marcar, com um bonito golo de Fábio Brito, quando o relógio assinalava 63 minutos de jogo e, praticamente arrumava com o jogo. A equipa de Xana ainda esboçou uma reacção final que se traduziu na obtenção de um golo apontado, em período de compensações, por intermédio de Neves.

Em Alcains a equipa da casa entrou muito bem no jogo e teve a felicidade de se colocar em vantagem no marcador logo aos dois minutos e meio da partida. Na sequência de um pontapé de canto a bola não foi aliviada pela defensiva do Sernache que permitiu um primeiro remate de Daniel Fernandes, que esbarrou na defensiva e numa segunda chance, Hélio Salvado atirou para o fundo das redes. A equipa do Vitória cresceu no jogo e teve 25 minutos do muito boa qualidade, que só não lhe garantiu o empate por manifesta falta de sorte. Na segunda parte António Joaquim apostou tudo no ataque, reforçando este sector, mas desprotegeu a rectaguarda. O Alcains, que geria o resultado, passou a jogar em transições, aproveitando a velocidade dos seus jovens avançados. Foi desse modo que criou várias situações de perigo junto da baliza do Sernache e foi assim que chegou a uma vitória excessivamente ampliada para aquilo que estava a acontecer no relvado. Aos 70’, num lance junto da área do Sernache a bola é batida contra o braço de Jorge, que, por estar dentro da sua área, o árbitro Ricardo Alexandre considerou que havia lugar à marcação de uma grande penalidade e como Jorge já tinha visto um primeiro cartão amarelo, depois deste lance foi excluído da partida, por dupla cartolina, ficando a sua equipa reduzida a 10 unidades. Betinho, com um toque de classe, fez o segundo golo da sua equipa. Com este golo a equipa do Sernache praticamente desistiu do jogo. O 3-0 nasce de uma transição, com a bola a ser colocada na direita onde apareceu Séninho, completamente sozinho, a finalizar com sucesso. No último segundo do encontro Betinho fez penalti, cortando com o braço um cruzamento de Santolini, mas na conversão o jogador do Sernache rematou muito por cima da barra da baliza. A vitória é justa mas na nossa opinião por números demasiado exagerados.

Em Vila de Rei jogou-se a partida entre Oleiros e Escalos de Cima. O jogo foi deslocado por motivo do Águias do Moradal estar a utilizar o Municipal de Oleiros, para o campeonato nacional da 3ª divisão. O jogo terminou como começou porque as duas equipas não conseguiram encontrar os caminhos da baliza.

Em Vila Velha de Ródão o Vilarregense esteve melhor e por isso venceu por 2-1. A equipa de Nuno Alves marcou aos 20 minutos, por Joca e o mesmo jogador, aos 35 voltou a marcar e deu a tranquilidade que a equipa de Vila de Rei tanto necessitava. Na segunda parte o melhor que a jovem equipa de Chico Lopes conseguiu fazer foi reduzir na conversão de uma grande penalidade.

A equipa de Penamacor está na liderança da Liga Covifil, com 28 pontos e no virar do campeonato, tem seis pontos de vantagem sobre a Atalaia do Campo, que segue na segunda posição ( 22). O terceiro é agora o Alcains, com 19 pontos, o Sernache desceu para o 4º, com 17 seguindo-se Pedrógão e Proença, com 14 pontos. Na próxima jornada o destaque vai para o jogo que se realiza em Alcains, entre o CDA e a Atalaia do Campo.

  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados