RCB/TuneIn
Sexta, 10 Jul 2020
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POL�TICA
USCB: GREVE GERAL COM ADES?O ELEVADA
Lu?s Garra considera que a paralisa??o convocada para esta quarta-feira; em que as 2 centrais sindicais se uniram pela primeira vez nos ?ltimos 22 anos, registou os maiores ?ndices de ades?o de sempre no distrito de Castelo Branco.
Por Nuno Miguel em 24 de Nov de 2010

Em conferência de imprensa o coordenador da união de sindicatos de Castelo Branco referiu que "no distrito a greve afectou todos os serviços e todos os sectores de actividade; penso que não houve uma única empresa onde pelo menos um trabalhador não aderisse à greve; na saúde, na educação, nas autarquias, nos CTT; os trabalhadoresaderiram à maior acção de sempre no distrito para contestar as políticas que o governo tem vindo a implementar".

O coordenador da União de Sindicatos sublinha também os elevados índices de adesão em várias empresas do sector privado e refere que está aberto o caminho para que a luta possa ser intensificada "é óbvio que nós gostariamos de que a greve fosse ainda mais expressiva mas fica aberto o caminho para que no futuro sejam desencadeadas novas formas de luta; houve hoje trabalhadores que pela primeira vez na vida aderirarm a uma greve e empresas que, também pela primeira vez, tiveram trabalhadores em greve".

No sector privado, o coordenador da união de sindicatos, destaca também os índices verificados em empresas como a "Danone", a "Paulo de Oliveira" e a "Dinefer".

De acordo com Luís Garra, a greve geral "foi realizada num contexto de pressões, chantagens e ameaças sobre o emprego e o salário como antes não tinha acontecido". 


  Redes Sociais   Facebook

2007—2020 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados