RCB/TuneIn
Sexta, 23 Out 2020
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
MAIS DE MEIO MILH?O PORTUGUESES CERTIFICADOS
Um milh?o e 300 mil portugueses est?o inscritos em processos de qualifica??o e 500 mil j? alcan?aram a certifica??o. N?meros divulgados pelo secret?rio de estado do emprego e forma??o profissional, em Penamacor.
Por Paulo Pinheiro em 22 de Nov de 2010

Valter Lemos, que presidiu à cerimónia de entrega de 150 certificados de formação de adultos, que decorreu no auditório do ex-quartel de Penamacor, no âmbito do centro novas oportunidades do associação empresarial da região de Castelo Branco, disse que o programa de qualificação lançado pelo Governo em 2005, que também diminuiu a taxa de abandono escolar dos muitos jovens, é" uma grande vitória do país ver que grande parte dos portugueses aderiu de forma extraordinária à sua qualificação ou requalificação neste processo que mobilizou as pessoas. Um movimento que vai continuar".

De acordo com o secretário de estado do emprego e formação profissional, Portugal é hoje um país que já está a ser estudado internacionalmente com este programa "recentemente o director geral da UNESCO para a educação de adultos esteve no nosso país e disse que Portugal é nesta área um exemplo para o mundo".

Os certificados entregues em Penamacor respeitam a reconhecimento, validação e certificação de competências (RVCC) escolar e formação modular. Clementina Figueira que concluiu o 9º ano, afirma que esta foi uma oportunidade única na sua vida que agarrou com as ambas as mãos "Foi uma experiência gratificante. Em toda a minha vida nunca tinha tido uma oportunidade como esta. Sinto-me realizada por ter alcançado este objectivo. O próximo desafio é o 12º ano", garante Clementina.

Idalina Sardinha, que concluiu com sucesso o secundário, admite ter inicialmente travado uma batalha para frequentar as novas oportunidades, mas agora sei que a decisão foi a mais correcta "fiquei mais rica em conhecimentos gerais e específicos e ganhei um olhar mais reflexivo sobre todas as áreas da sociedade, mas mais significante foi poder reviver episódios e vivências. Foi o delinear de um livro que nunca pensei escrever", disse Idalina Sardinha. 


  Redes Sociais   Facebook

2007—2020 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados