RCB/TuneIn
Domingo, 23 Jan 2022
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
DESPORTO
OBJECTIVO ALCAN?ADO
Sporting da Covilh? vence s?rie C do campeonato nacional da segunda divis?o
Por Nuno Miguel em 11 de May de 2008

Um empate em casa a 2 bolas, diante do Pampilhosa, foi suficiente para a equipa da Covilhã carimbar a vitória na fase de subida da série C do campeonato nacional da segunda divisão. A duas jornadas do final da prova a equipa covilhanense conseguiu alcançar um dos principais objectivos da temporada e vai agora discutir a fase de acesso á liga "Vitalis" com o vencedor da série D; o Olivais e Moscavide.

Diante do Pampilhosa, a equipa da Covilhã entrou melhor na partida e logo aos 5 minutos inaugurou o marcador. Na sequência de um mau alivio da defensiva contrária, Fabricio surgiu isolado frente ao guarda redes adversário e não desperdiçou a oportunidade de inaugurar a contagem. Uma vantagem que podia ter sido ampliada poucos minutos depois quando Bruno Nogueira, em excelente posição já dentro da grande área, acabou por rematar para fora.

Aos poucos o Pampilhosa começou a equilibrar as operações, e já depois de ter desperdiçado uma boa oportunidade, acabou por chegar á igualdade, ao minuto 34, por intermédio de Abdulah, que escapou em velocidade ao seu marcador directo e á saída de Igor Araújo, rematou cruzado para o fundo da baliza.

Ainda antes do intervalo a equipa de arbitragem anulou novo golo do Sporting da Covilhã. Na sequência de um cruzamento de Vladimir, Paulo Vaz cabeçeou para o fundo das redes, mas o lance foi invalidado por alegada posição de fora de jogo do dianteiro covilhanense.

No reinicio da partida, a equipa da Covilhã voltou a entrar "a todo o gás" e ao minuto 48 voltou a colocar-se em posição de vantagem no marcador. Na sequência de uma jogada indivudual de Fabricio o esférico acabou por sobrar para Dani que rematou de primeira para o fundo da baliza sem hipótese de defesa para o guarda redes adversário.

Bruno Nogueira e Fabricio tiveram então boas oportunidades para sentenciar o encontro, mas nesta partida pode, mais uma vez, aplicar-se a regra de que "no futebol quem não marca, acaba por sofrer". Ao minuto 83 Luís Miguel escapou-se ao seu marcador directo, que ficou parado a pedir uma alegada falta. O dianteiro da Pampilhosa não se fez rogado e cruzou para a grande área onde apareceu Alex a rematar sem hipótese de defesa para Igor Araújo.

Até final o Covilhã ainda foi á procura do golo do triunfo, mas a defesiva do Pampilhosa conseguiu neutralizar todas as acções ofensivas da equipa da casa. Saliência ainda para a expulsão de Bebé, jogador da equipa forasteira, aos 88 minutos, por acumulação de cartões amarelos.  


  Redes Sociais   Facebook

2007—2022 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados