RCB/TuneIn
Terça, 18 Jan 2022
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
RAIA BUSINESS: “O ALERTA” PARA O DESENVOLVIMENTO IBÉRICO
Rádio Cova da Beira
A partir desta sexta-feira, 3 de dezembro, e durante três dias, o hotel Alambique d’Ouro, no Fundão, recebe o primeiro encontro ibérico – Raia Business, Cultura e Negócios, promovido pela Câmara de Comércio da Região das Beiras. A iniciativa pretende ser um “alerta” para a necessidade de desenvolver a atividade empresarial e cultural entre os dois lados da fronteira.
Por Paulo Pinheiro em 02 de Dec de 2021

Para a presidente da Câmara de Comércio das Beiras, Ana Correia, a definição certa para o primeiro encontro ibérico é, “essencialmente um alerta” para o problema que as empresas destes territórios interiores enfrentam que, sendo regiões com potencial, têm perdido cada vez mais população. De acordo com Ana Correia, são precisos impulsos “certos e certeiros” e é através do encontro que une os dois povos, que se vai “estimular a mobilidade, criar networking, promover negócios, alavancar uma coisa que também é muito importante, a cultura, e, sobretudo, mostrar às pessoas como fixar gente no interior, como fixar pessoas na raia e como potenciar esta linha transfronteiriça que é comum a estes dois países”.

Vão ser três dias de debate sobre o intercâmbio e ligações empresariais e culturais entre as regiões beirãs de Portugal e Espanha, que contam com a presença do Secretário de Estado do Comércio e da Valorização do Interior, mas também do presidente do Turismo do centro e de outros autarcas portugueses e espanhóis. A presidente da Câmara do Comércio das Beiras afirma vir “gente da raia, gente de fronteira, gente de Viana do Castelo, Cantanhede, Mealhada, gente com vontade de perceber, porque o interior do país não é só aqui a beira. O interior do país pode ser considerado quase 10 km da beira litoral, portanto há aqui uma área de intervenção transversal a várias câmaras que é muito importante de discutir”.

Para além dos vários colóquios e apresentações literárias, o encontro Raia Business vai ter uma montra ibérica onde as diversas empresas podem apresentar e vender os seus produtos, mas também um conjunto de reuniões individuais para cada empresa de ambos os lados. Um elemento que vai permitir aos empresários discutir, em conjunto com outras entidades, a melhor forma de captar mais valor.

“As empresas do interior têm que ser discutidas e trazidas à baila, porque é preciso reduzir os limites da dedução do IRC, os limites da dimensão da empresa, os investimentos relacionados com o atual regime da dedução por lucros retidos e reinvestidos. Tem que haver um sistema de incentivos fiscais e investigação de desenvolvimento empresarial e o poder local, mas também o poder académico e o poder das câmaras de comércio, das associações, todos em conjunto, temos que ter a capacidade de captar e manter quadros científicos, técnicos, artísticos que garantam este valor acrescentado”, conclui a responsável pela entidade comercial.  

O Raia Business, realizado em parceria com a Territórios do Côa, a Territórios Criativos e a Câmara de Comércio de Cáceres, vai decorrer até ao próximo domingo, 5 de dezembro.

 

 

 

c/ Lara Cardoso 

 


  Redes Sociais   Facebook

2007—2022 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados