RCB/TuneIn
Domingo, 05 Dez 2021
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
SCMF COM PROJECTO DISTINGUIDO
Rádio Cova da Beira
O projecto de prevenção de quedas junto da população sénior que está a ser dinamizado pela santa casa da misericórdia do Fundão foi uma das actividades distinguidas com o prémio “BPI/Fundação La Caixa” com um apoio financeiro na ordem dos 32 mil euros.
Por Nuno Miguel em 24 de Nov de 2021
O projecto de prevenção de quedas junto da população sénior que está a ser dinamizado pela santa casa da misericórdia do Fundão foi uma das actividades distinguidas com o prémio “BPI/Fundação La Caixa” com um apoio financeiro na ordem dos 32 mil euros.
Em comunicado, a instituição refere que este apoio vai permitir “implementar um programa de exercício físico para prevenir ou reverter a fragilidade na população sénior institucionalizada, melhorando a capacidade funcional, prevenindo a ocorrência de quedas, estimulando a função cognitiva”.
Intitulado “Maiores em Movimento”, o projecto, baseado na prática do exercício físico, vai permitir prevenir ou reverter a síndrome da fragilidade em idosos institucionalizados, através da implementação de programas de treino inovadores e conta com o envolvimento dos utentes que frequentem as valências do centro de dia da instituição bem como as estruturas residenciais para idosos.
A primeira iniciativa do projecto consiste numa acção de formação realizada na misericórdia do Fundão em colaboração com a universidade da Beira Interior sobre estratégias práticas e eficazes para identificar e prevenir a síndrome da fragilidade no idoso. Na segunda vão ser realizadas avaliações físicas e cognitivas para identificar o estado atual dos utentes e posteriormente, são implementados programas de treino focados na melhoria da capacidade funcional e cognitiva dos participantes. O projecto conta ainda com uma iniciativa promocional sobre o dia mundial da actividade física para sensibilizar a população sénior sobre a importância da prática regular de exercício físico na prevenção e tratamento da fragilidade.
Com este projecto, a santa casa da misericórdia do Fundão pretende “diminuir o número de utentes diagnosticados como frágeis e pré-frágeis” esperando a instituição “reverter o estado de fragilidade e melhorar a capacidade funcional e cognitiva de uma centena de utentes”.
A instituição acrescenta que, após o final do projecto, as actividades “devem ter continuidade com o objectivo de as práticas implementadas se tornarem uma referência para a comunidade local na prevenção e tratamento da fragilidade”, sublinhando que “a aposta no envelhecimento activo continua a ser uma das prioridades da instituição”.

  Redes Sociais   Facebook

2007—2021 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados