RCB/TuneIn
Quarta, 23 Out 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POLÍTICA
GARRA ACUSA MOR?O DE PARTIDARITE
O coordenador da Uni?o dos Sindicatos do distrito de Castelo Branco lamenta a postura de Joaquim Mor?o em rela??o ? introdu??o de portagens na Auto Estrada da Beira Interior.
Por Paula Brito em 28 de Oct de 2010

Luís Garra recorda que o autarca de Castelo Branco esteve à frente do protesto em 2004, quando o governo do PSD tentou introduzir portagens na A23, e agora, colocou os interesses partidários à frente dos interesses do concelho e do distrito "Joaquim Morão vai ficar ligado, neste caso, ao que de mais negativo existe na política: um presidente de câmara que por partidarite, em vez de defender os interesses do concelho deixou o papel de presidente de câmara para assumir o de presidente da federação distrital do PS".

Luís Garra, em entrevista ao Flagrante Directo da RCB, criticou a postura do autarca de Castelo Branco por não ter colocado a influência política ao serviço dos interesses da região "eu tenho um apreço pessoal pelo presidente da câmara de Castelo Branco mas neste caso não vou deixar de o criticar e lamentar o seu silêncio, ele podia, devia e tem influência política suficiente para mobilizar o distrito em torno desta causa".


  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados