RCB/TuneIn
Quinta, 12 Dez 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
DIRIGENTES ASSOCIATIVOS TROCAM ACUSA??ES
Louren?o Proen?a, presidente da Sanicobe, abriu as hostilidades e acusou a direc??o da Associa??o de Benefici?rios da Cova da Beira de cometer "ilegalidades". Ant?nio Gomes estranha o interesse de Louren?o Proen?a "que ainda nem sequer ? benefici?rio" e acusa aquele dirigente associativo de andar mal informado sobre a vida da Associa??o de Benefici?rios do Regadio da Cova da Beira.
Por Paula Brito em 28 de Oct de 2010

Lourenço Proença diz que a Associação de Beneficiários da Cova da Beira "anda à deriva" porque não tem nenhum representante do Estado na direcção, como dizem os estatutos "eles até agradecem para não serem controlados, aquilo anda tudo ao Deus dará, mas vão ter a resposta no regadio, um investimento de milhões que não vai servir para nada". 

Para além da ausência de um representante do ministério da agricultura nos órgãos sociais, Lourenço Proença acusa a actual direcção de outra ilegalidade "arrendaram a sede, no Fundão, à CNA e deslocaram as assembleias gerais para uma barraca onde não cabe ninguém, a sede é no Fundão, é lá que devem ser realizadas as assembleias".

Contactado pela RCB, o presidente da direcção da Associação de Beneficiários da Cova da Beira estranha a postura de Lourenço Proença que acusa de estar mal informado sobre a vida da associação "nós sempre tivémos um representante do ministério na Associação que era a Engª Adosinda, quando ela se reformou comunicámos a situação à Direcção Regional de Agricultura e Pescas do Centro que é quem deve indicar um representante, só que até à data não indicou, provavelmente porque não achou necessário, porque se a associação andasse tão mal como ele diz o ministério indicava um ou dois representantes ou ele próprio tomava conta da associação".

Quanto ao aluguer das instalações da Associação de Regantes no Fundão, António Gomes esclarece "aquilo que ele diz que é uma delegação da CNA é a Associação Distrital de Agricultores a quem nós alugámos parte das nossas instalações para valorizar o espaço e reduzir os custos com os encargos do edifício". Quanto ao facto das assembleias gerais se realizarem nas Quintas do Anascer é para "facilitar a vida aos agricultores dos blocos que estão actualmente em funcionamento que são os de Belmonte, Caria e Meimoa".    


  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados