RCB/TuneIn
Segunda, 29 Nov 2021
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POL�TICA
PLATAFORMA APRESENTA REIVINDICAÇÕES
Rádio Cova da Beira
A plataforma pela abolição das portagens na A 23 e na A 25 vai exigir ao governo e aos partidos com assento parlamentar na assembleia da república que na discussão na especialidade do orçamento de estado para 2022 seja consagrada uma isenção total de pagamento para os cidadãos residentes no interior assim como uma redução de 50 por cento sobre o valor das tarifas que esteja em vigor no próximo dia 31 de Dezembro para todos os veículos.
Por Nuno Miguel em 25 de Oct de 2021
Em conferência de imprensa que decorreu esta tarde nas instalações do núcleo empresarial da região da Guarda, a plataforma sublinha que “após a leitura do orçamento de estado para 2022” é forçada a concluir que a proposta é uma mão cheia de nada porque não contempla qualquer medida para a reposição do regime sem custos para o utilizador no interior do país”.
O organismo acrescenta que se trata de uma “omissão absolutamente inaceitável”, tanto mais que o governo já deveria ter corrigido a portaria publicada no dia 30 de Junho “no sentido de se tornar efectivo o desconto de 50 por cento, com efeitos desde 1 de Julho deste ano, tomando como referência os preços de 31 de Dezembro de 2020”. Além do mais a plataforma volta a exigir a publicação “com urgência de legislação que assegure a entrada em vigor da redução de 75 por cento para veículos eléctricos e não poluentes” tal como foi definido no orçamento de estado para este ano.
A plataforma sublinha que nada a vai demover do objectivo de abolição das portagens até final desta legislatura. Uma posição que vai ser reforçada junto do primeiro ministro e dos ministérios das finanças, infraestruturas e coesão territorial. Nas próximas semanas vão ser intensificados pedidos de reunião com todos os grupos parlamentares para discutir novas propostas de redução depois de o assunto já ter sido abordado com a bancada do Partido Socialista.
Para dia 22 de Novembro está agendada, na Guarda, uma assembleia cívica pela reposição das scuts no interior. A plataforma vai também solicitar uma audiência à comissão parlamentar de orçamento e finanças e ainda reuniões às novas estruturas dirigentes das comunidades intermunicipais das Beiras e Serra da Estrela e da Beira Baixa. 

  Redes Sociais   Facebook

2007—2021 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados