RCB/TuneIn
Segunda, 29 Nov 2021
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POL�TICA
FUNDÃO: JUNTA E ASSEMBLEIA DE FREGUESIA TOMAM POSSE
Rádio Cova da Beira
No Fundão, as listas “Dar” e “Juntos pela mudança” celebraram um acordo de entendimento para viabilizar o executivo liderado por Malicia Trindade.
Por Paula Brito em 20 de Oct de 2021

O presidente reeleito da União de freguesias de Fundão, Valverde, Donas, Aldeia de Joanes e Aldeia Nova do Cabo, apresentou, ontem à noite, a única lista proposta para o executivo na reunião de tomada de posse e instalação dos órgãos autárquicos do grande Fundão.

 

Além de Malicia Trindade, Cristina Cruz e Fernando Gonçalves, da lista Dar, João Salvado e Elisabete Domingues, da lista “Juntos pela mudança”, formam o novo executivo da junta de freguesia, eleito com sete votos a favor, cinco contra e um voto em branco.

 

No discurso de tomada de posse, Malicia Trindade aproveitou para anunciar a abertura de novos serviços de apoio à população, nas cinco localidades que constituem a União de freguesias.


“Iremos ter dois espaços do cidadão (Aldeia de Joanes e Donas), dois postos de CTT (Aldeia Nova e Valverde) e o serviço de enfermagem que se irá alargar ao novo espaço da junta de freguesia, em Donas”.

 

O SNS 24 com teleconsulta e receitas online nas quatro freguesias fora da sede e a aquisição do terreno para alargamento do cemitério de Donas, são outros dos projetos que vão avançar em breve naquele que será o último mandato de Malicia Trindade à frente da União de freguesias do grande Fundão.

 

Depois de eleito o executivo, foi eleita a mesa da assembleia de freguesia que será presidida por Luís Oliveira, terá Filomena Hilário como primeira secretária e Inês Marques, segunda secretária, todos da lista DAR.

 

Luís Oliveira quer ser o presidente de uma assembleia de freguesia ativa e exigente, e deixou uma certeza. “Não fugirei das funções que me foram confiadas nem irei prescindir de as exercer, mas sempre com rigor, serenidade, empenho, isenção, bom senso e com a noção de que todos temos a aprender.”

   

Fugindo ao habitual protocolo, Luís Oliveira convidou os líderes das diversas candidaturas a usarem da palavra. A começar por Vítor Cunha, que encabeçou a segunda lista mais votada.

O cabeça de lista do movimento Sentir Fundão lamentou não ter sido ouvido nem achado na constituição das listas, pese embora ter sido a segunda força mais votada, o que indicia que “já estaria tudo tratado. Da nossa parte, iriamos viabilizar o executivo porque é esse o nosso entendimento, quem vence deverá ter margem para poder governar com a equipa da sua confiança”.

 

João Salvado, diz que o movimento “Juntos pela mudança", impos a realização de várias obras, como é o caso “da construção de T0 e T1 a custos reduzidos, bem como a construção de vários troços nas cinco aldeias.” No acordo, seria dada a presidência da mesa da assembleia a Isaura Reis, da CDU.

 

Apesar de honrada pelo convite, Isaura Reis não gostou que João Salvado o tivesse tornado público e explicou a postura da CDU, neste caso.

 

“A população deu-nos este mandato e é este mandato que vamos cumprir, também devo dizer que esperava que a mesa da assembleia fosse plural e sinto-me dececionada por isso.”  

 

Jorge Craveiro, da lista Dar, disse que mais do que palavras o importante é o trabalho.

 

“Faço votos que esta assembleia seja dignificada, que façamos o nosso trabalho, a junta de freguesia de certeza que também o irá fazer e nós cá estaremos para ajudar e trabalharmos.”

 

A cerimónia de tomada de posse encheu a sala da Casa das Memórias António Guterres, realizada naquele espaço “simbolicamente”, explicou Malicia Trindade, recordando as ligações políticas e familiares do atual Secretário-Geral das Nações Unidas a Donas e ao concelho.

 

Nas paredes da casa, a bandeira maltratada de Portugal que um timorense escondeu, na altura do conflito para a libertação de Timor, e que ofereceu “simbolicamente” a Guterres, e as palavras escritas na parede pelo punho do ex-primeiro ministro, “No final, resume-se a valores…”


  Redes Sociais   Facebook

2007—2021 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados