RCB/TuneIn
Quarta, 13 Nov 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
DESPORTO
SERTANENSE FOI MAIS FELIZ NO DERBY DO DISTRITO
Uma bomba de Z?mbia, ? passagem do minuto 22 resolveu o derby do distrito na terceira divis?o, a favor do Sertanense, que assim se aproximou da lideran?a da s?rie D e v? mais pr?ximo o objectivo da subida.
Por César Duarte Ferreira em 28 de Apr de 2008
Não foi um jogo bonito, muito longe disso, mas este derby teve o mérito de encher por completo o campo da Reboleirada no Paul. Uma tarde agradável, que as pessoas aproveitaram para ir ao futebol. Mas certamente não ficaram muito satisfeitas, com o que viram , pois foi um típico derby, muito táctico, com as equipas a arriscarem pouco à espera do erro adversário. E foi, precisamente no erro do central Pedro Miguel do Sertanense, que surge a primeira a oportunidade do jogo. Ao minuto quatro, Caniço fica com a bola e depois em vez de rematar, quis “entrar com a bola pela baliza a dentro” e Leo Flores antecipou-se e ficou com a bola. Um lance que enervou os jogadores do Unhais, que não conseguiam chegar à baliza do Sertanense, e onde a solução passava muitas vezes pelo pontapé para a frente. Neste período cresceu a equipa orientada pelo brasileiro. Eduardo Húngaro. Aos vinte minutos, Vicente proporcionou uma grande defesa a Paulo Valezim e dois minutos depois chegou mesmo o golo, através de um remate fortíssimo de Zâmbia, que entrou junto ao angulo da baliza do Unhais. Desta vez, nada podia fazer Paulo Valezim. Um golo que atordoou a equipa do Unhais que podia ter sofrido o segundo logo a seguir, após um cruzamento de Vicente, Zâmbia proporciona mais um enorme defesa ao guarda redes do Unhais. Este lance marcou uma fase menos boa da equipa de António Real. A partir daqui foi para cima do Sertanense e podia ter chegado à igualdade em duas situações. Aos 44 minutos Vasco, na sequência de um canto, vê Brito cortar em cima da linha e um minuto depois Vaz Alves em excelente posição atira por cima. Um intervalo que fez bem à equipa da casa, que no regresso dos balneários, apareceu muito mais tranquila a jogar, e com isso incomodou muito mais o último reduto dos homens da Sertã. O problema e que foi transversal a todo o jogo foi fazer chegar a bola às linhas mais avançadas. Do lado do Sertanense, Vicente e Zâmbia continuava a causar estragos e ao minuto 23, Zâmbia chegou por milímetros atrasado a um cruzamento de Vicente. Na resposta Toni, com tempo e espaço na área do Sertanense, permitiu a defesa de Leo Flores. Uma vitória dos homens da Sertã, mas onde o resultado mais justo era um empate. O Sertanense está cada vez mais próximo da liderança da série D, o Unhais da Serra, tem agora quatro pontos de desvantagem e vida mais complicada, nesta luta pela segunda divisão.

  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados