RCB/TuneIn
Terça, 19 Out 2021
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
MENOS DESEMPREGO NO DISTRITO DE CASTELO BRANCO
Rádio Cova da Beira
No distrito de Castelo Branco, o número de desempregados inscritos no Instituto de Emprego e Formação Profissional diminuiu. Os últimos dados disponíveis no IEFP, relativos ao mês de agosto, revelam que, no ano passado, haviam 6077 pessoas inscritas, enquanto que no mesmo mês, em 2021, esse número passa para 5 mil 172.
Por Paulo Pinheiro em 13 de Oct de 2021

A diminuição mais acentuada verifica-se nos concelhos de Castelo Branco, Covilhã e Fundão. Na capital de distrito, em agosto deste ano estavam inscritas 1 590 pessoas, menos 46 que as 1 636 do ano de 2020. A Covilhã passou de 2014 inscritos para os 1 439 registados este ano, enquanto o Fundão apresenta agora 709 desempregados, em comparação com os 834 de agosto do ano passado.

 

A redução a nível de pessoas desempregadas, inscritas no IEFP, verifica-se ainda nos concelhos de Belmonte, tendo diminuído os seus 234 desempregados do ano passado para os 216 de agora; Sertã, com uma diferença de 151 pessoas desempregadas relativamente ao último ano, sendo que regista, neste mês de agosto, 370 inscritos no IEFP; Proença-a-Nova, que dos 156 inscritos em agosto do ano passado, existem hoje 142; Vila Velha de Ródão, com apenas 65 desempregados face aos 85 de 2020 e Vila de Rei, que apresenta 62 cidadãos inscritos no centro de emprego, face aos 85 do ano passado.

 

Apesar desta tendência para a redução do desemprego no distrito de Castelo Branco, os dados disponibilizados pelo Instituto de Emprego revelam que existem ainda quatro concelhos que aumentaram o número de desempregados. É o caso de Penamacor, que em agosto de 2021 tinha inscritas no centro de emprego 162 pessoas, mais 16 que no período homólogo do ano passado. O mesmo acontece em Idanha-a-Nova, que acresce nove desempregados ao número de 2020, chegando, este ano, aos 325 desempregados no concelho.

 

Apesar dos números serem os mais baixos do distrito, Oleiros e Vila Velha de Ródão fazem parte do grupo que “ganharam” desempregados, em comparação com o mesmo período do ano passado. No concelho de Oleiros existem 82 inscritos no IEFP, enquanto que, em 2020, esse número era de 70. Em Ródão, aos 65 desempregados de 2020, somam-se dez, fixando-se agora nos 75.

 

Refira-se que dos 5 mil 172 inscritos no Instituto de Emprego e Formação Profissional, no distrito de Castelo Branco, são 742 pessoas as que estão à procura ainda do seu primeiro emprego.

 

 

 

c/ Lara Cardoso 

 

 


  Redes Sociais   Facebook

2007—2021 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados