RCB/TuneIn
S√°bado, 20 Jul 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
DESPORTO
JOGO FANT?STICO... BENFICA GANHA 5-4 AO ANADIA!
Um jogo "?pico", foi o que assistiu o p?blico que se deslocou este domingo ao Vale do Romeiro. O Benfica, aos 16 minutos j? perdia por 0-2, mas Ant?nio Jesus mexeu na equipa e revolucionou por completo o jogo. Ao intervalo j? se registava um empate a 3 bolas. No final o Benfica venceu por 5-4. Apesar deste resultado os Albicastrenses ainda dependem de terceiros para garantir a manuten??o.
Por Rui Fazenda em 27 de Apr de 2008

Absolutamente electrizante, esta partida que colocou frente a frente o Benfica e Castelo Branco e o Anadia.

Sabia-se que era um jogo de nervos e que das duas equipas em campo a que perdesse iria descer de divisão. Começou bem melhor a equipa do Anadia, que inaugurou o marcador logo aos 12 minutos, por intermédio de Cerejo, que correspondeu da melhor forma a um cruzamento de Tiago Borges. Um golo atipico, pois a bola entrou devagar e aos "saltinhos" para o fundo da baliza de Helder Cruz. O Anadia galvanizou-se com este tento e, aos 16 minutos o mesmo Cerejo passou por Nuno Marques, flectiu para o miolo do terreno e, à entrada da área rematou rasteiro e colocado, fazendo o 2-0! Temia-se o pior para a formação Albicastrense que, a perder em casa por duas bolas sem resposta, estava perante um cenário muito "negro".  António Jesus mexeu de imediato na equipa, tirou Bá e lançou na partida Jonhny, decorria o minuto 17. Com esta alteração conseguiu revolucionar por completo a partida. Aos 23 minutos, Piojo aproveitou um mau alívio de Marco para, junto à marca de Grande Penalidade, fazer o 1-2. O Benfica começou então a ter o dominio da partida. Aos 32 minutos, Luis Carlos carregou Jonhny à entrada da área e em posição frontal. Na sequência do Livre, Miguel Vaz atirou ao Poste e na recarga o Argentino Piojo fez o empate. numa oportuna intervenção.

O Benfica tinha conseguido anular a vantagem do Anadia, mas não tirou o "pé do acelerador" e aos 43' ,Telmo, fez o 3-2, desviando ao primeiro poste um cruzamento de Ricardo Viola. O Volte-Face no marcador estava consumado. Quando se esperava que o Benfica fosse para o intervalo a ganhar, eis que surge o 3-3 para o Anadia, por intermédio de Rui Paulo que, de cabeça, e, na sequência de um canto, atirou para o fundo das redes de Helder Cruz. Ao intervalo registava-se um impensável 3-3.

Para a segunda parte, António Jesus viu-se obrigado a mexer no onze tirando Jonhny ( Lesionado ) e lançando para o seu lugar Célio. O jogo passou a ser mais equilibrado, mas aos 63 minutos Gil, correspondeu da melhor maneira a um livre de Miguel Vaz e, com um cabeceamento espectacular, fez o 4-3. O Benfica e Castelo Branco voltava a ter uma vantagem preciosa! Mas o Anadia veio atrás do prejuizo e aos 84 minutos beneficiou de um erro grave de Nuno Roque. O juíz da partida" viu" uma falta de Cristophe dentro da área e assinalou a marca de grande penalidade. Na conversão Simões restableceu a igualdade a 4 bolas. Mas o Benfica e Castelo Branco estava imparável e Cristophe aos 92 minutos ainda conseguiu forças para à entrada da área rematar rasteiro e colocado para fazer o 5-4. Um golo que deu justiça ao marcador. Vitória justa do Benfica e Castelo Branco, numa partida que foi certamente das mais emotivas que já aconteceu no velhinho Vale do Romeiro.

Quanto ao árbitro da partida Nuno Roque, que viajou de Coimbra, temos que dar nota negativa, pois não teve coragem de expulsar, aos 20 minutos, um jogador do Anadia que agrediu Piojo com uma "bofetada" e com o juíz da partida a um metro do lance... O seu assistente Nuno Pereira, assinalou dois foras de jogo inexistentes ao ataque do Benfica. Nos dois lances, Jonhny ficava isolado. Mas a maior mancha da actuação do árbitro, foi a grande penalidade assinalada, aos 84 minutos, que poderia ter atirado o Benfica e Castelo Branco para a 3ª Divisão... para o bem da verdade desportiva... Cristophe encarregou-se de repor a vantagem do Benfica.

O Benfica e Castelo Branco no próximo Domingo recebe o Satão no jogo do tudo ao nada... O Benfica precisa de vencer o seu jogo e precisa  da "colaboração" do Abrantes e Nelas para se manter na segunda divisão. Domingo, fica tudo decidido....

 


  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados